Vida saudável {meu novo plano de alimentação}

Quem me acompanha no Istagram deve ter notado que recentemente minhas fotos relacionadas a comida mudaram. Há pouco mais do que uma semana comecei uma mudança na minha alimentação.  Não considero essa mudança como uma dieta, porque eu nunca consegui fazer uma dieta de verdade, mas digo que é uma reeducação alimentar.

Há algum tempo venho lendo livros sobre bem-estar, sobre alimentação saudável e percebi que estava fazendo tudo errado. Comendo as coisas erradas, comendo rápido demais, porções grandes, comendo pra satisfazer um hábito e não para me alimentar de uma forma correta e equilibrada. Além disso, não estava comendo todos os nutrientes necessários que meu corpo precisa. E hoje vejo os resultados disso.

Eu nunca fui gordinha, mas também nunca fui magrela, sempre consegui manter um peso médio que ficava entre 56 a 58kg. Eu tenho 1,66m de altura. Desde que mudei para os Estados Unidos o ponteiro da balanca foi subindo, subindo e hoje eu assumo que engordei mais ou menos 9kg em 5 anos. Esse “extra” está me incomodando ha algum tempo e quando a gente não está feliz com nós mesmos parece que tudo fica meio nublado.

Venho pensando em mudar meus hábitos e peguei muita inspiração com o vlog da MissChieveous no Youtube. Que estava há um ano atrás no mesmo dilemma que eu, e ela mudou os hábitos e hoje conseguiu resultados fenomenais. Vejam aqui o video dela com o antes e o agora. E essa mudança dela me motivou muito.

O mais difícil em uma mudança é dar o primeiro passo. Depois disso é cair na real e aceitar o problema de cabeça erguida, e claro, criar metas para poder enfrentá-lo e ultrapassá-lo.

Tenho sorte, porque meu marido está do meu lado, me apoiando na minha decisão de mudança. Sem a ajuda dele seria mais difícil. A gente vai ao supermercado juntos, e estamos optando por produtos mais saudáveis e pensando com antecedência no cardápio da semana. Além disso, a minha irmã está terminando o curso de nutrição, então pego algumas dicas com ela.

Venho redescobrindo a comida e os sabores, e aprendi que comer bem não significa necessariamente comer um pratão de feijão com arroz e um pedaço de picanha ou uma lazanha quarto queijos.  E também não significa que vou viver só de salada sem graça. E por sinal, as saladas aqui em casa são deliciosas.

Na minha fase inicial estou tentando ter uma dieta com low carbs (baixo carboidratos). Lembrando que não estou fazendo aquelas dietas loucas que só se come proteína 24h por dia, tentando perder peso de uma hora pra outra. Esse não é meu objetivo. Estou aprendendo a conhecer melhor as comidas e me oferecendo opções mais saudáveis, além de abrir meu paladar pra coisas que eu não tinha experimentado antes. Não estou comendo carboidratos refinados como pães, massas, biscoitos, arroz branco, farinhas e o açucar. Em troca estou comendo muita salada, vegetais, frutas, grãos, proteínas (carnes, frangos, quinoa, ovos), derivados do leite e  poucos produtos integrais.  Aqui segue a nova pirâmide de alimentação da minha dieta.

Os primeiros três dias foram bem difíceis, até por que eu era viciada em açúcar e não tirava a sobremesa depois do almoço e hoje troquei por uma fruta. Além disso, como boa brasileira, comia arroz branco com tudo e agora cortei o arroz. Mas a grande vantagem da dieta sem carboidratos refinados é que eu não sinto fome de jeito nenhum.

Eu já perdi um pouco de peso, estou me sentindo com mais energia e disposta e isso tem me dado mais motivação pra continuar. Tento mudar o menu, comer coisas que eu gosto e claro estou incluindo atividades físicas na minha rotina. Pra me ajudar, criei um plano semanal (3 a 4X) com programas fáceis de 45min diário (como caminhar, yoga, aula de dança, bicicleta) e colei o programa na minha geladeira, assim eu sempre vejo e lembro que tenho que fazer.  Como estava parada a muito tempo, estou pegando leve pro meu corpo se acostumar com a nova rotina e logo vou aumentando a intensidade e mudando os exercícios. Também baixei uns videos de exercícios pra me exercitar em casa.

Bem vou tentar postar updates da minha dieta e das minhas receitas deliciosas.

Beijos

Deixe um comentário!

9 comentários

  1. Marcela

    Parabéns, Manu! Eu estava querendo fazer também, nem sabia que era bom cortar o arroz. Eu estou tendo dias muito corridos esse ano, mas agora lancho frutas no meu dia-a-dia e evito tomar refrigerante, de pouquinho em pouquinho me ajeito, não quero ficar cheia de doenças e problemas. Espero que você fique muito satisfeita com a sua reeducação alimentar!

    Beijão!

    http://donacarocha.blogspot.com

    Responder
  2. Regiane

    Oi Manu, eu tbm tenho que mudar minha alimentação, desde quando vim para os EUA tbm engordei, tinha o mesmo peso que vc e agora engordei uns 10 kilos :(, minhas amigas falam que até a água daqui engorda a gente, mas sabemos que nao e isso a rotina muda, os hábitos mudam, tudo muda. Coloca por favor o seu cardápio do dia a dia pra gente ter uma noção e como moramos no mesmo pais fica até mais fácil de escolher as comidas pq tudo que vc colocar, vou achar por aqui.
    Boa sorte pra nos entao e obrigada por compartilhar com a gente.

    Responder
    1. Manu Huessy

      Oi Regiane, obrigada pelo comentário. Na verdade eu não tenho um plano alimentar fixo. Eu sei oq não posso comer, como açucar, sodas,massas, arroz, farinha, pão, arroz branco. Então evito essas coisas. Na minha casa so cozinhamos com oleo de côco ou azeite de oliva. Estou tentando fazer os vegetais no forno e sempre acompanhado de carne ou um peixe.

      Então o cardapio fica mais ou menos assim:
      Cafe da manha: como um omelete com dois ovos e vegetais / ou um greek iorgute fat free com oats /ou uma vitamina de frutas batida no liquidificador com um pouco de proteina.
      Lanchinho eu como uma fruta pequena (tangerina/ 1 copo de abacaxi/ 1 porção de uvas) ou uma porçao de castanhas/ amendoas
      Almoço: salada de folhas com frango / quinoa com salmão/ uma sopa de vegetais batida no liquidificador/ vegetais feitos no forno com uma carne
      Lanchinho da tarde: mesma coisa que da manhã
      Jantar: tento jantar antes das oito da noite e procuro comer algo leve e uma porçao pequena (pode ser o cardapio variando do almoço.
      Não estou bebendo sucos e nem sodas..

      então é isso
      beijos
      manu

      Responder
      1. Adriel Christian

        Manu, não sei se sou a pessoa certa para te corrigir uma coisa, mas vou tentar.

        Há algum tempo eu passei uma temporada com apanhamento de uma nutricionista, o que me ajudou bastante, e ela disse que não podemos comer mais de 02 ovos por semana. A príncipio achei estranho, mas logo ela explicou: segundo minha nutricionista, o ovo aumenta o colesterol. Então, não é legal a gente ter um corpinho na medida certa se o nosso colesterol está alto. 🙁

        Já que você tem um irmã que tá se formando pergunta a ela se essa informação procede. A Carol, minha nutricionista, é uma das melhores da minha cidade, eu confio nas suas dicas.

        Então, estou na mesma sina que a sua, mas não consigo ficar muito tempo numa “dieta”, sempre como acima do permitido e fico me achando um lixo depois. Manu, você tem algum email? Queria conversar coontigo sobre isso, talvez você com as suas palavras possa me ajudar, já que minha família me critica por ser gordo e eu não sei me controlar. 🙁

        Responder
        1. Manu Huessy

          Oi Adriel, Entao essa coisa do ovo eh cheia de controvérsia e tem varias opiniões a respeito. Mas eh verdade ovo demais nao faz bem. Geralmente. Nao como ovo todo dia mas umas 2x por semana e também eu gosto magoada clara. A gema esta o colesterol. Mas enfim o ideal eh maneirar nas outras coisas também pra ter um melhor resultado.
          Acho que o primeiro passo que vc pode tentar fazer eh anotar tudo q come. Desde um bombom a um prato de arroz com feijão. Segundo eh tentar diminuir as porções e ir se ajustando a uma dieta adequada pra você aos poucos. Nos contatos aqui do blog tem meu email.
          Beijos

          Manu

          Responder
  3. Juliana

    Parabéns! É muito legal fazer reeducação.. e tem tanta comida saudável gostosa, é só aprender fazer/comprar as coisas certas, temperar, etc.. e fica uma delícia!!
    Boa sorte..
    Beijos!

    Responder
  4. viviane

    Super apoio. To tentando fazer o mesmo.

    Responder
  5. João Pedro

    Parabéns,preciso fazer o mesmo,Preciso de forças.rs
    Go Girl,beijo.

    Responder
  6. Karina

    Oi Manu, adorei saber de sua reeducação alimentar! também tenho 1,66 e acabei engordando um pouco no inverno passado quero voltar a ter meus 56kg lendo seu post me deu mais incentivo para maneirar nas bobagens pois meu fraco são os doces, já me matriculei na academia, sempre digo pra mim mesma deixar os doces para o final de semana mas acabo não resistindo..
    queria dicas de lanchinhos que não engordam e podemos comprar aqui no Brasil tbém!
    beijos querida

    Responder