Uma noite com Peaches

Ontem a noite eu fui pro 9:30 ver o show da Peaches.  Casa lotada,  gente de todos os tipos e todo mundo super empolgado. Eu estava ansiosa pois já conheço a música dela há pelo menos 6 anos.

Quem abriu foi “Drums of Death” que foi péssimo, sem palavras. A música,  a performance, nada prestou. O cara não tem presença de palco, tenta ser Dj, cantor, dançarino e no final não faz nada. Pelo menos eu tinha uma cerveja para me alegrar e passei uns 20 minutos conversando uma menina sobre o novo CD da Peaches, chamado “I feel cream”  que está muito bom  e de como seus 2 últimos cd foram meio desfocados em comparação ao primeiro em 2000 que foi um boom.

Bem para quem não sabe Peaches é canadense, se chama Merrill Beth Nisker , tem 41 anos e está super bem conservada. Para muitos  ela é  simbolo máximo e mais aloprado da geração electroclash. Eu concordo plenamente.

O show começou tarde, por volta de meia-noite (que para DC em plena quarta-feira  é super tarde). Todo mundo estava ansioso e de repente as  luzes se apagaram e começou um som de helicoptero. Wow!!! Imagine a energia?! E então entraram os músicos que acompanham ela todos fantasiados, e por alguns momentos as pessoas acharam que a guitarrista era a Peaches e enlouqueceram, mas pra grande surpresa ela entrou vestida com vestido que mais parecia uma bola cor de rosa e o public delirou.

banda

1

O show em si foi muito bom, um mix de músicas novas e antigas. A mulher tem uma presença de palco incrível e faz coisas inacreditáveis. Se joga na galera e é passada de mão em mão, faz mortal, troca de roupa várias vezes, fax um mix de músicas, dança, grita, toca guitarra…

mortal

2

Adorei quando ela tocou a nova música Talk to me.  É a minha preferida, um rockzinho  que lembra a PJ Harvey.  Ai de repente, ela muda todo o clima e toca “fuck the Pain Away”  e o público fica louco . Depois ela vem com “More” que volta as origens do fenômeno electroclash: com grooves matadores e hooks vocais memoráveis. “Seems you got a little bit more than you asked for”, canta Peaches em stereo por cima de um baixo distorcidíssimo. Atmosfera de club, suor, cigarro e bebida. Amei!!!

344

Video da nova música “Talk to me” da Peaches

Deixe um comentário!

2 comentários

  1. Erika Winz

    Manu, fiquei enlouquecida quando você me falou que irar assitir ao show da Peaches. Me peguei várias vezes pensando “Cara como é que tá a Manu uma hora dessas”?
    Bem, assim como você , descbri a musa mais suada de todos os tempos em Berlim. Gamei!

    Agora fiquei passada com a péssima apresentação do Drums! Geeente a Peaches o convidou pra fazer a turnê americana com ela! Adoro o som dele….mas nunca conferi ao vivo! Então tem mais um item na minha listinha de coisas pra conferir ao vivo!

    Beijos linda

    Bons dias

    [Reply]

    Responder
  2. Aline Aimée

    “Teaches os peaches” é perfeito!!!
    Apesar das letras: sou mt puritana, rsrs. Mas é em inglês e posso gritar que ng tá traduzindo, hahaha.
    Fuck the pain away é hino!!!
    Amo fazer faxina escutando!! =/
    Nem imagino como deve ser um show dela: alucinação total!
    Vc é uma sortuda!
    Vou procurar o cd novo pra baixar.

    Beijo!!!

    [Reply]

    Responder