Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog











23.03.2014

Cabelo cacheado Quando somos adolescentes ou chegamos aos vinte anos são os seus melhores anos para experimentar e brincar com o nosso estilo pessoal. Nós estamos nos descobrindo, sendo influenciados por outras pessoas, por estilos, pela música, pela novela, o que pode significar que suas roupas, sua maquiagem e até seu penteado pode mudar do dia pra noite. Eu particularmente, já passei por diferentes mudanças de estilo pessoal, mas acho o que se destaca mais foi quando eu aceitei o meu cabelo natural.

Quando eu era pequena tive corte Joãozinho e parecia um menino e depois meu cabelo cresceu e com ele vinheram os alisamentos, os relaxamentos  e foi assim até meus 24 anos. Sempre usei química no cabelo pra ajudar a “baixar o volume”, “diminuir a juba”, “pra ficar menos rebelde”.  Até que um dia, uma amiga de fora, me perguntou porque eu não deixava meus cabelos naturais: “Tenho certeza que por trás do seu alisamento tem cachinhos muito bonitos”. E pensei nisso, mas eu não conseguia me imaginar com cachinhos, até porque sempre tive cabelos “ondulados”.

Então eu lembrei que quando tinha uns 10 anos, uma das minhas coleguinhas  de classe tinha o cabelo loiro bem cachiadinho. Aqueles cachinhos bem fininhos, e milhares deles. Era quase um afro loiro e ela era linda. E pensei, quero ter cachinhos assim também.

cabelo-amor

O único arrependimento que eu tenho de ser natural é que eu não fiz isso antes.

Foi uma decisão radical, principalmente porque desde que me entendo por gente vi minha mãe alisando os cabelos e fazendo escova. E todo mundo fazia relaxamento, era normal. Além disso o pior de quem relaxa ou alisa, é ver a raiz crescendo. Foram tempos difíceis (drama!!) Usava faixas pra disfarçar as raizas, teve uma época que tava tão estragado as pontos e sem forma que cortei curto. Não Joãozinho como quando eu era pequena (não tive coragem), mas curto pertinho da orelha. Além disso era hidratação constante. Muita máscara, óleo de coco e muito amor.  Tive que abraçar minha auto-estima também, porque ouvia diariamente que meu cabelo estava horrível.

Até o momento eu não tinha a aprovação de todos ao meu redor, mas eu já tinha percebido isso não é realmente importante.

Eu não preciso da aprovação de ninguém pra ser feliz. Eu só preciso me aceitar e me amar.

Eu tinha feito o que eu queria fazer, eu tinha conseguido o olhar que eu queria. Eu estava orgulhosa de mim mesma e não importa se alguém não estava apaixonada por meu cabelo na fase de transição.

Hoje já passaram 10 anos que abracei meus cachos e amo ser natural. E nesse tempo eu percebi que de alguma forma, eu consegui passar os meus medos internos, e o medo dos outros não aceitarem as minhas escolhas para perseguir o que eu queria. Sei que ser natural não é para todas, mas eu estou feliz pois eu resolvi experimentar por mim mesma. No final, aceitar meu cabelo natural era muito mais do que tentar um novo look – era aceitar como eu sou, minha identidade.

E você já foi natural, com o seu cabelo? Passou por alguma transição? Como foi? Consegue se relacionar com a  minha história?


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

25 Comentários

Categorias: cabelo | Tags:



 
Veja também:








 

23.02.2012

Faz um tempinho que não escrevo  sobre cabelos cacheados, mas como comentei num post anterior, a vida tem sido mais rápida do que eu, e estou tentando organizar meu tempo.

Depois que comecei a postar vídeos no meu canal no Youtube (me segue la), tenho recebido comentários e emails de meninas que querem assumir seus cachos, ou estão naquela fase chata de transição (entre o cabelo relaxado/alisado para natural).  Eu sei, não é fácil esse período, e sempre vem aquela pergunta: “como conseguir cachos bonitos e definidos”?

Existem vários truques que podem ajudar a ter um cabelo mais bonito. Por exemplo, na época que me cabelo estava em crescimento, eu usei muita faixa e turbante pra disfarçar a raiz em crescimento Mas alem disso, ter um bom corte, hidratar sempre e cuidar do cabelo com carinho ajuda. Usar um bom creme leave in e um modelador de cachos é essencial. No dia-a-dia, vocês podem tentar modelar os cabelos com os dedos como eu expliquei nesse vídeo aqui.

Mas recentemente me deparei com uma técnica bacana para modelar os cachos, que achei super interessante e resolvi dividir com vocês.  O Flexi-Rod, que eh um rolinho flexível de borracha e a idéia eh usar no cabelo úmido ou seco para dar forma aos cachos. No Brasil eu não sei exatamente como chama isso, mas eu lembro que quando eu era pequena minha mãe usava no meu cabelo pra fazer estilo xuxinha. “É o novo!”.

Eu descobri essa técnica com uma amiga que é afro-americana e sempre a vejo com os cachos lindíssimos, super definidos. Naturalmente ela tem o cabelo bem crespo, então perguntei como ela chegava naquele resultado e ela disse que de três a quatro vezes na semana ela usava os flexi-rods. Claro que da trabalho, você tem que ficar algumas horas parecendo uma medusa, mas no final o resultado é incrível.  O bom do flexi-rods é que você pode definir o cabelo da forma que achar melhor. Pode usar no cabelo todo, só nas pontinhas, fazer o cacho mais fino ou mais grossinho.

Eu tentei procurar online, mas não encontrei pra vender no Brasil. Talvez porque eu não sei o nome correto em português (se alguém souber deixa o recado aqui em baixo). Caso você não encontre pra vender na sua cidade, coloquei pra vender um kit com 28 rolinhos de diversos tamanhos na minha lojinha online. Link AQUI

Encontrei esse vídeo ótimo no youtube ensinando a usar os flexi-rods.

O cabelo dela ficou lindo, nao foi?


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

34 Comentários

Categorias: cabelo | Tags:



 
Veja também:








 

15.01.2012

Já faz um  tempinho que não faço um vídeo novo pro meu canal no Youtube, falta de tempo, isso e aquilo. Mas tenho uma ótima surpresa pro canal, ganhei de natal uma Canon T3i que faz filmes incríveis em HD (a la hollywood), e já fiquei super empolgada para filmar.

Fiz meu primeiro video de 2012! Dessa vez,  o video fala um pouco da minha rotina de produtos para os cabelos, e algumas dicas para as garotas que como eu são cacheadas, tem orgulho dos cachos e querem ser natural.

Visitem e se inscrevam no meu canal no Youtube, vou começar a postar vídeos de auto-estima, dicas de beleza, vlogs de viagens, informações sobre viver fora do país e muito mais. Quero deixar a nossa comunicação mais e mais próxima.

Espero que gostem do resultado e quero mais sugestões para futuros vídeos.

 


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

19 Comentários

Categorias: beleza, cabelo | Tags: ,



 
Veja também:








 

20.11.2011

Esse final de semana acordei com vontade de mudar, tava cansada do meu cabelo sem corte e sem jeito, resolvi investir num novo estilo. Por indicação de umas amigas e várias resenhas positivas na internet, achei um salão em DC especializado em cabelos cacheados chamado Parlour. Não hesitei muito, marquei um horário com o Roosevelt (que é o expert no assunto) e fui fazer a pequena transformação. Adorei o resultado!

Primeiro detalhe é que o corte foi feito a seco e eles me ensinaram uma nova tecnica pra definir meus cachos.  Quando saí do salão estava com novos produtos, super cacheada, um pouco mais pobre, porém super feliz. Quem ficou um pouco mais curiosa sobre o corte, a tecnica utilizada e os produtos que usei pra modelar o cabelo cacheado podem assistir o video que eu fiz no youtube.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

9 Comentários

Categorias: cabelo, video | Tags: ,



 
Veja também:








 

18.11.2011

Vez por outra eu recebo um email lindo que dá vontade de dividir com vocês, pois por trás das entrelinhas tem uma lição que vale pra todo mundo . Dessa vez me emocionei com o email da Sarah, que me escreveu pra contar que resolveu assumir os seus cachos naturais, depois de anos alisando e sendo escrava da chapinha. Realmente abrir mão da química para assumir o cabelo natural é um grande desafio. Eu sei disso, por que relaxei meus cabelos por muitos anos. Mas no final, vale muito a pena.

Falei com ela e pedi permissão pra publicar o email, pois sei que tem muitas meninas por aí que ainda não tiveram a coragem suficiente pra voltar a ser natural e assumir o cabelão. Então vamos seguir o exemplo:

 

Olá Manu (intimidade?),

Tudo bem? Bom, sou Sarah, e moro aqui em Brasília. Estou mandando essa mensagem para agradecer todas as dicas para cabelos cacheados, sério. Parece besteira, mas não é não. Eu alisava os fios a cerca de três anos, e tinha toda aquela pressão pessoal ou da sociedade mesmo de ter tudo chapado; lavar e em seguida escovar era um ritual sagrado que durou por um longo tempo. Era sempre mais do mesmo. Crescia o cabelo, corria para o salão, alisava, gastava o maior dinheirão… Sempre a mesma história.

Na metade desse ano tava me cansando de toda essa coisa. Eu estava com sede de mudança, de naturalidade. Ficava ensaiando cortar o cabelo, voltar a usar natural, mas todo aquele pesadelo de cabelo sem forma me assustava. Mas daí, certo dia, lavei o cabelo e não escovei. Estranhei. Ficou aquele negócio esquisito, mas já tinha marcado para cortar as madeixas no dia seguinte. Era de manhã e fui até à cabelereira indicada; ela cortou cabelos de umas amigas cacheadas e mandava muito bem. Sempre a indicava, mas nunca tinho ido. Contei o meu objetivo a ela, e a moça achou o máximo.

Deixei-a livre com o corte e com o comprimento, já que tinha química e essas coisas; precisava cortar mesmo. Quando me olhei no espelho… Surpresa! Fiquei meio chocada, mas muuuito feliz. Tinha ficado lindo. Ela cortou de um jeito que valorizou… Agora eu só precisava reaprender a domar a cabeleira. Deixas os cachos cacheados, pois era o que queria. Foi aí que cheguei aos seus vídeos. E redescrobrir todo o charme de ser cacheada! Hoje me sinto bem, os fios ainda estão se reacostumando com a forma natural… Não pretendo mais alisar. Não sei, mas naturalizar o cabelo naturalizou muito de mim também. E é por isso que estou agradecendo. C’est ça!

Ah! Seu cabelo é maravilhoso! Lindo, lindo, mesmo!
E sim, continue postando dicas para as madeixas, tá?
-Sarah

Ela é Linda, não é? E o cabelo cacheado deu toda uma identidade.

Está na hora de libertar os caracóis e assumir a personalidade cheia de atitude que está por trás deles gente!!! Vamos soltar esse cabelão.

>>E se vocês querem mais dicas visite a categoria cabelo aqui do blog

 


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

14 Comentários

Categorias: cabelo | Tags:



 
Veja também: