Relacionamento é uma obra sempre em andamento

relacionamento eh uma obra em andamento _reflexao

Certa vez, eu li em algum lugar que um filósofo definira uma palavra para expressar algo que está além até mesmo do belo. Não consigo lembrar dessa palavra agora. Esses dias mesmo pensei naquilo que há entre duas pessoas – relacionamento, como uma obra.

Como algo que se esculpe ao longo do tempo. Algo em andamento e que, mesmo em andamento e mesmo nunca acabada, é bela.

Algo que se esculpe, mas não exatamente como uma escultura. Não se retira, não se adiciona nada. Os elementos se somam, se dividem, subtraem e multiplicam em uma matemática mais orgânica, mais parecida com o pão de casa ou com as plantas que temos na varanda.

Mais como se fosse água. Mais como se a vida se remodelasse de acordo com o recipiente. E um recipiente tão fluido como o seu próprio conteúdo, no entanto.

É um lance meio confuso, pensar nessa obra e refletir sobre ela. Porque de certo modo quando admiro o outro, no outro, admiro-me. Confuso né?  É contraditório, mas muitos poetas já tentaram explicar o quanto é contraditório tudo isso. Assim é porque abarca tudo, todos os argumentos. Os prós e os contras. Está acima deles.

Cada relacionamento é bem diferente. Mas quem pode dizer que a obra de um relacionamento é melhor do que a outro, ou que a receita para a felicidade de um casal é exatamente o que é necessário para todos? Enquanto estamos gratos por os conceitos que aprendemos por aí, uma das coisas mais importantes que aprendemos não é copiar a obra de outra pessoa. Por isso dessa vez resolvi não escrever sobre a formula, a lição, o porquê, ou isso ou aquilo. Só precisamos ter em conta que nossos relacionamentos com o próximo são obras sempre em andamentos e só cabe a nos dar continuidade ou não.

Ahh e acabei de lembrar da palavra do filosofo:

Sublime!

Deixe um comentário!

6 comentários

  1. Fernanda Maciel

    Manu sempre com textos inspiradores. Eu adorei esse. E sublime é uma palavra linda.

    Bjs.
    http://www.feufolandia.blogspot.com

    Responder
  2. Anônimo

    Ola Manu,
    Muito bom seu post. Eu concordo com voce, o relacionamento (seja ele com quem for), é uma obra inacabada e depende das pessoas que participam dele escrever essa historia. Infelizmente não nascemos sabendo dessa formula e para chegar a essa conclusão precisamos andar bastante na estrada da vida. Muito legal como compartilhou conosco essa mensagem. Beijos, Tatiana

    Responder
  3. Patricia Leardine

    É muito restaurador perceber os relacionamentos como uma obra, uma escultura. Isso minimiza os conflitos, às vezes um processo de criação., além de prazeroso, pode ser o próprio conflito dos artistas envolvidos, mas ainda assim é a obra em andamento.

    Responder
    1. Emanuella Maria

      Pois é Patrícia, concordo com você. A verdade é que a gente tende a olhar para vida e os relacionamentos em geral da mesma forma todos os dias.

      Responder