Por que Viajamos?

porque viajamosPor que viajamos? Será que são as mesmas razões para todos? Isso muda dependendo da personalidade de alguém?  Santo Agostinho uma vez disse: “O mundo é um livro, aqueles que não viajam leram somente uma página.” Concordando com essa afirmação, e claro que nós fazemos viagens, geralmente por razões diferentes, mas em geral todos estes motivos estão centrados em torno da ideia de ver e experimentar coisas novas e que os resultados da viagem são sempre positivos.

Uma leitora recentemente comentou que viajar era “um luxo desnecessário” e que preferia guardar dinheiro para o futuro ou investir em um bem. Respeito sua opinião, porém não concordo com ela. Pois para mim, quando viajamos conquistamos o único bem que ninguém pode nos tirar: o conhecimento.

Nós viajamos para nos perder de nós mesmos e também para nós encontrar. Nós viajamos para abrir os nossos olhos e corações e aprender mais coisas sobre o mundo, coisas que os jornais e a TV jamais irão contar. Nós viajamos para trazer o pouco que nós podemos, em nossa ignorância e conhecimento, para as partes do globo cujas riquezas são diferentes e dispersas. E viajamos, em essência, para nos tornar jovens novamente – para retardar o tempo, se deixar levar e nos apaixonar mais uma vez.

Viajar pode ser uma recompensa, um prêmio, depois de um de um longo ano de trabalho. Viajar pode ser um refúgio para os amantes ou uma pitada de sabor para um romance que está perdendo o gosto. Viajar pode ser uma pausa da vida, onde você tem a oportunidade de recarregar as energias. Viajar também pode ser uma orientação, uma direção e um equilíbrio – uma forma de ver o mundo de forma clara, e ainda sentindo-o verdadeiramente.

No entanto, para mim a grande alegria de viajar é simplesmente o luxo de deixar todas as minhas convicções e certezas em casa, e ver tudo o que eu pensei que sabia em uma luz diferente, e de um ângulo torto. Porém a viagem mais complexa e mais bonita é a viagem da vida. Aquela que fazemos todos os dias, cujo destino final não é o mais importante e sim a jornada.

Agora reflita, por que você viaja?


 

Se você gostou, se inspirou, se esse texto cutucou a sua alma ou mexeu com algo lá dentro, por favor, espalhe para o mundo! Vamos dividir o amor.

Deixe um comentário!

3 comentários

  1. Rayssa

    Olá!
    Viajar para mim se encaixa em descanso apos um puxado e principalmente abrir os olhos para o mundo alem da sua cidade. O mundo é tão lindo, porque só ficar preso a propria cidade? São tantos campos, cidades, fazendas, pousadas, rios, mares para se conhecer, ficar limitado a um local só parece até crueldade.

    beijos :3

    Responder
  2. Erika

    Oi!
    Também discordo de sua amiga, pois não acho que viajar seja um luxo desnecessário….Desnecessário é investir uma grana suada em um celular, como vejo muita gente fazendo por aí…E quando dizemos que vamos viajar (seja para onde for, Brasil ou exterior), eu conheço muita gente que vira e diz, nossa, tá rica…Para mim, viajar é uma recompensa depois de 1 ano de trabalho duro, de pegar condução lotada, de ouvir desaforo de chefe, etc…. É um momento de “eu mereço!”… Lembro de uma frase que li um dia, em que dizia que viajar é a única coisa que nos deixa pobres e ricos ao mesmo tempo….E não é? Beijos e muitas viagens para todos nós!

    Responder
  3. Daniele

    Viajar é como trocar a roupa da alma. <3

    Responder