Pare de buscar a perfeição: você já é bom o suficiente

Se você busca constantemente pela perfeição – então você pode não gostar do que estou prestes a dizer, melhor até parar de ler esse post.

A busca pela perfeição é uma das rotas mais rápidas para a infelicidade.

Você sabe porque?

Porque a perfeição não existe.

Eu gosto de pensar na perfeição como uma miragem – você acha que pode vê-la a distância e então começa a perseguir, perseguir, perseguir, perseguir e vai se desapontando porque cada vez que você chega lá, a perfeição desaparece.

A perfeição é uma ilusão que nos mantém presos num ciclo sem fim de infelicidade e decepção.

E eu sei disso porque já paguei um preço muito alto pela busca da perfeição, entre eles projetos que nunca saíram do papel e o término de alguns relacionamentos.

Hoje, através da minha experiência como coach, identifiquei uma série de razões comuns pelas quais buscamos a perfeição, além de algumas dicas para lidar com esse hábito inútil.

Por que buscamos a perfeição?

Se você pensa no motivo pelo qual sentimos a necessidade de ser perfeito, tudo se volta para a autoestima. Temos um forte desejo de ser perfeito, então podemos usar a idéia de perfeição como uma forma de nos validar.

Na verdade, percebi em anos de experiência como coach que a perfeição nada mais é do que uma busca inconsciente por amor e validação.

Se estivéssemos 100% felizes com quem somos, por que sentiremos a necessidade de ser perfeitos em primeiro lugar?

Se nos validamos através das opiniões dos outros, nós iremos acabar vivendo a vida de outra pessoa.

Em vez de ficar preso na busca da perfeição, o que realmente precisamos é entender quem somos – e ir viver essa vida.

Steve Jobs disse uma vez:

“Seu tempo é limitado, então não desperdice a vida vivendo a vida de outra pessoa. Não fique preso pelo dogma, de estar vivendo com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixe o barulho das opiniões dos outros afogar sua própria voz interior. E o mais importante tenha a coragem de seguir seu coração e intuição, eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Todo o resto é secundário “.

Eu adoro esta citação, porque isso nos lembra o que é realmente importante – ser verdadeiro para quem somos, mesmo que isso signifique deixar a perfeição de lado.

As Consequências da Perfeição

Você sabia que a busca pela perfeição vem com muitas conseqüências negativas que muitas vezes nos impede de avançar na vida?

Se você estiver muito ocupada esperando que as coisas sejam perfeitas, você pode estar perdendo as oportunidades. Nunca há um momento perfeito, o trabalho perfeito, o relacionamento perfeito, o corpo perfeito, o projeto perfeito…  – então, a menos que você queira ser pega no ciclo constante de perseguição à perfeição, pode ser hora de agir.

Alguns dos empreendedores mais bem sucedidos iniciaram projetos que estavam longe de ser perfeitos e os transformaram em sucessos ao longo do caminho. Por que precisamos errar para aprender com os erros. Precisamos cair muito, até conseguir andar.

O fato é que, se você não está falhando o suficiente, então você não está perto do sucesso. Então comece a olhar para a perfeição como um obstáculo ao invés de algo para se orgulhar.

Mas a busca pela perfeição ela também nos impossibilita de sermos felizes completamente. Porque nunca vai estar bom o suficiente.

Como superar o Perfeccionismo

Eu tenho uma abordagem simples para quebrar o ciclo de perfeição negativa.

Substitua a perfeição por gratidão.

Imagine se pudéssemos substituir nossa busca constante por perfeição pela gratidão?

Da na próxima vez que  você perseguir a perfeição, dê um passo para trás, perceba que você já é perfeita e desfrute da sensação de estar satisfeita onde você estar agora. Agradeça pelo que tem, pelo que conseguiu, por sua jornada nesse momento.

Então, ao invés de perseguir uma perfeição imaginária, vamos começar a perseguir a vida, folheando as imperfeições encontradas na capa de cada capítulo, pensando nas páginas em branco de possibilidades que aguardam para contar a história das nossas vidas.

O que fazer para vencer o perfeccionismo?

O primeiro passo para mudar o hábito é aceitá-lo. No entanto, a aceitação é apenas o nosso ponto de partida. Precisamos trabalhar todos os dias para fortalecer o novo hábito, até substituir o anterior.

1.Reflita sobre como o perfeccionismo te impacta.

Faça uma lista do preço que o perfeccionismo teve na sua vida.
Que coisas você parou de fazer por se concentrar em alcançar a perfeição em certas atividades?
Como são suas emoções, sentimentos e pensamento quando você está obsessivo pela perfeição?
Como o perfeccionismo afeta seus relacionamentos? E como afeta seu trabalho e sua vida hoje?
Como é a sua auto-estima?

Não é fácil reconhecer a nossa baixa auto-estima e aceitar nossas fraquezas e limitações.

É preciso coragem, mas pode ser a chave para o sucesso e o bem-estar.

  1. Reconheça que cometer erros é uma característica do ser humano.

É impossível saber tudo e fazer tudo certo. Lembre-se que o que é realmente valioso não é evitar erros, mas aprender com eles e superá-los e que seu valor pessoal não depende das suas realizações e da validação dos outros.

  1. Defina objetivos que sejam viáveis ​​para você e não se compare com os outros.

Coloque um limite razoável de tempo e energia para atingir seus objetivos.

Aprenda a lidar com a crítica dos outros e diminuia o sua  própria crítica. Lembre-se que você não é o que você faz. Você é uma pessoa que faz algumas coisas bem, outras regulamenta e alguma coisa errada, como todos os seres humanos neste mundo.

Espero de coração que esse texto ajude a você a lidar com o perfeccionismo.

Bem, agora gostaria saber de você, qual foi o preço que você já pagou pelo perfeccionismo na sua vida?  Você tem outras dicas para vencer o perfeccionismo?  Responda deixando um comentário aqui em baixo.  

E claro, se gostou desse post e achar que vai beneficiar seus amigos, faça um favor para eles (e para mim) compartilhando por e-mail e nas redes sociais. Vamos mudar o mundo pra melhor, uma pessoa de cada vez.

Imagens via Shutterstock 

Deixe um comentário!

5 comentários

  1. Carolina

    Manu vi pelo Instagram. Ótimo texto! Vale a reflexão

    [Reply]

    Responder
  2. Fernanda

    Querida Manu,

    Muito interessante sua colocação, muitas pessoas acreditam que o perfeccionismo é uma característica positiva, pelo contrário ele nos paralisa… Já saquei essa armadilha a algum tempo. Amei sua reflexão! Seu trabalho é maravilhoso dá pra sentir o quanto de amor ❤️ e dedicação você coloca em cada post.
    Ter encontrado você no insta foi uma das belas surpresas que a vida me trouxe.
    Gratidão!
    abs,
    Fernanda.

    [Reply]

    Responder
  3. Evana Izabely

    Oi, Manu! Esse texto falou muito ao meu coração… Eu sou bastante perfeccionista, e essa busca pela perfeição me faz ficar parada no canto, dificilmente terminar algo que começo. Estou exercitando lidar com isso, ser menos autocrítica e não me comparar com as outras pessoas.
    Obrigada por compartilhar! ❤

    [Reply]

    Responder
  4. Liliane de Faria Barcellos

    Tive muitas perdas irreparáveis em razão do meu perfeccionismo, inclusive o fim de um relacionamento importante na minha vida.

    [Reply]

    Responder
  5. Mayara

    Uma vez minha terapeuta falou que eu era perfeccionista. Discordei. Pra mim, o perfeccionista era aquela pessoa que conseguia fazer tudo certo, o que não era o meu caso. Anos depois consegui entender isso dentro de mim. Eu constantemente buscava a perfeição e as vezes nem tentava porque eu já achava que não ai dar certo. me cobrava demais, em tudo.
    Qual foi o preço que eu já paguei pelo perfeccionismo na minha vida? A frustração de nem ao menos ter tentado.
    Uma dica para vencer o perfeccionismo? Busca da minha espiritualidade e re-conexão do eu.

    Um beijo Manu

    [Reply]

    Responder