wal mart viagra price

Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog











18.12.2011

Faz tempo que eu não cozinho, mas a culpa não é minha, é do meu marido que adora cozinhar. Vire e mexe ele tá na cozinha preparando alguma coisa. Lá em casa ele que faz as compras no supermercado, eu só digo o que quero, coloco na listinha, e ele vai lá todos os sábados pela manhã. Acho ótimo, porque ele sempre acorda cedo e eu posso ficar dormindo até tarde, e quando acordo ele já vem com o café da manhã na cama. Um fofo, não é?

Na semana ele é que faz o jantar também. É como se fosse a terapia dele.

Como ele é o chef da casa, eu quase nem entro na cozinha. Tô mal acostumada. Mas eu gosto de dar pitaco no menu do dia e de vez em quando eu invento umas “loucurinhas”. Tipo uma vez que inventei da gente virar vegetariano por uma semana, e aí passamos sete dias só nos vegetais, frutas e saladinhas. Foi bom sabe, mas eu fiquei louca por um bom bifão no final da semana. Teve outra vez que a gente ficou um tempo sem comer glutém. Ai jesus, nesse ai quase morri. Sem pão, sem massa, sem isso, sem aquilo.. Mas enfim essas coisas ajudam a sair da rotina, mas de vez em quando dou a trega e peço pra ele fazer um sushizinho, ou aquele frango indiano sensacional do restaurante tal que a gente comeu no nosso aniversario de casamento, ou aquela coxinha com queijo catupiry que eu tanto adoro. Ahh meninas, meu marido cozinha até os quitutes brasileiros, pense!!Mas enfim, propragandas a parte, o rapaz aí já tem dona hahahahaha.

Hoje em casa foi diferente,  eu disse pra ele pra relaxar que ia cozinhar. Tava com saudade de mimar meu gringuinho, então fiz um jantar simples para relembrar a nossa última viagem pra espanha. Uma paella, nada muito afrescurada, mas com sabor de final de semana.

Aqui vai a receita…

Paella Fácil da Manu

1 pimentão vermelho cortado em tirinhas.
1 pimentão verde cortado em cubinhos.
1 cebola picada em cubinhos
1 abobrinha picada em cubinhos
4 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de salsinha picada
1/2 xícara de chá de cogumelos paris picados
1/2 xícara de chá de ervilhas
1 lata de tomate pelado
1 colher de sopa de molho de pimenta
Azeite de oliva
1 1/2 xícara de chá de arroz de risoto ou de paella
Cubinho de caldo de peixe (ou frango se preferir um sabor menos de “mar”)
1 1/2 lingüiça calabresa
150g de camarões
Sal a gosto
1 colher de chá de paprika
1/2 coher de chá  de açafrão em pó
1 colher de chá de cumin

Leve a panela ao fogo médio para esquentar. Quando estiver quente, coloque a lingüiça calabresa e a deixe dourar. Não é preciso colocar azeite pois a lingüiça solta gordura suficiente. Quando a lingüiça dourar, jogue os camarões, deixe fritar por uns 3-4 minutinhos, misturando bem e retire da panela, escorra o oleo e reserve.

Aproveite o oleo da linguiça e do comarão e coloque mais 2 colheres de sopa de azeite de oliva e junte a cebola pra refogar por uns dois minutinhos, acrescente o alho, refogue um pouco mais e logo em seguida acrescente os pimentoes e o tomate pelado. Refogue tudo por 5 minutos e tempere com sal. Junte os os cogumelos e abobrinha. Adicione a paprika, o açafrão, o cumin e o molho de pimenta. Deixe refogar por mais 3 min e depois acrescente o arroz. Misture bem pra pegar gosto e vai acrescentando agua quente aos poucos até cobrir tudo. Lembre-se que pra cada xicara de arroz, coloca-se duas xicaras e meia de agua. Jogue o caldo de peixe no arroz, cubra a penela, deixe no fogo mégio e aguarde. Vez ou outra cheque o arroz, der uma mexidinha, não deixe grudar no fundo, prove se está bom de sal e se precisar acrescente um pouco mais de agua. Quando estiver naqueles minutos finais que a agua ja formou uma calda grossa e esta quase pronto, misture as ervilhas, a linguiça calabresa e o camarão que estavam reservados. Por ultimo jogue a salsinha por cima. Misture bem..

Agora amiga, é só abrir o vinho e aproveitar por que a noite vai ser óoooooootima!!


Gostou? Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

5 Comentários














5 Comentários em “Jantar a dois”

Claudia Aparecida
18/12/2011 ás 23:43

As fotos são da preparação e do prato ja pronto?Se for tá de parabéns.Tá na maior cara de delicioso mesmo.

[Reply]


Maria Oliveira
19/12/2011 ás 06:41

Oie,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo!
Parabêns por seu cantinho e muito sucesso pra ti!

Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir também,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

Ah,tem 2 sorteios no Blog!
Participa?

Beijinhos no core!

http://umamulherbemvestida.blogspot.com

[Reply]


Estela
19/12/2011 ás 08:48

Oi Manu!Adorei sua receita,acho que cozinhar pra quem a gente ama é muito especial,eu ainda estou na fase de querer aprender a cozinhar..rs,e o que antes parecia talvez uma obrigação da mulher,para mim vai se tornando um prazer.Ja comentei por aqui em outro post.Tenho 25 anos,e namoro ja quase 2 anos,e a vontade (e necessidade,né..rs) de cozinhar, tem um dia que bate a nossa porta,né?!Eu e meu namorado passamos bastante tempo juntos,mais nos finais de semana,então a gente sempre inventa algo para comer.Hum hora chata ,AGORA VOU DESBAFAR(desculpe).O problema é o seguinte,nos vemos apenas nos finais de semana ,e ficamos na maioria das vezes na casa dele que mora com a mãe e os avós.A mãe dele ja passou por problemas de depressão,depois da separação,mas hoje esta aparentemente bem melhor de quando a conheci.Parece uma mulher mais ativa sai sempre,participa de grupos de artesanato.vai a igreja,parece mais feliz.Ela sempre me tratou bem,e eu a ela,mas não posso dizer que somos amigas,me sinto as vezes culpada de não ser muito próxima a ela,apesar de ter tentado,mas as vezes não sei se ela esta sendo tão sincera comigo,e o que acha sobre mim.Ja com a outra nora,que ja é casada com o filho dela uma garota de 17 anos,eles ja tem uma filha de 2 meses, ela trata muito bem,e as vezes me compara com ela com expressões tipo :” se fosse “a tal” ia fazer desse jeito” ” vc tem que fazer quem nem “a tal”,faria com meu filho”.Isso me magoa mais guardo para mim,e quando falo algo sutilmente com meu namorado ele diz que não é para levar ela a sério,por que a mente dela ja não é a mesma,compara até com uma criança,diz que ela não tem maldade.Sinto me mal as vezes que eu vou lá.Ela não para em casa,meu namorado chega do curso não tem almoço,parece que ela faz isso qndo eu vou para lá pq simplesmente ela diz:”Se vira vcs ai,que eu to saindo”.Os avós trabalham juntos e tem saido para trabalhar nos finais de semana também .E ontem (VOLTANDO O ASSUNTO COZINHAR),raramente eu durmo lá,mas a noite anteontem durmi,e ontem a avó dele chegou no quarto dele de manhã antes de sair,e falou para mim praticamente,que era para eu fazer arroz,feijão,e frango ( que estava congelado por sinal),que tava deixando a casa dela nas minhas mãos.Achei um absurdo,eu não respondi ela mal,só sorri.Mas acabei nem fazendo.Comemos um lanche.O problema não esta em fazer,mas parecia que eu tinha obrigação em fazer.Por que la ja fiz,macarrão,bife..etc.Fazer o almoço de vez em quando la com ele,é legal,eu gosto até,mas assim por obrigação como se eu fosse casada com ele,vivesse lá,não consigo me acostumar com isso parece que quando vou para cozinha estou indo fazer um teste para eles,todo final de semana penso se estou sendo reprovada ou aprovada.Estou angustiada com isso,não sei se estou dando muito valor a essas coisas,se estou sendo muito rigida nessa situação.Realmente estou perdida,não sei se isso afetará meu namoro.Não tenho com quem falar sobre isso,então hoje cedo olhei seu blog e decidi postar esse post enorme,e sincero desejando uma palavra de conforto,opinião de …amiga.Quem sabe minha hitória não vire uma idéia pra um post sobre RELACIONAMENTO COM A FAMILIA DO NAMORADO OU MARIDO,acredito que isso aflige muita gente.Desculpe o post enorme e ja agradeço pelo seu blog que eu adoro ler cada post , e que as vezes serve de inspiração para nossas atitude na vida.

Bjoss

[Reply]

Manu Huessy ♥ Reply:

Ola Estela,

Realmente é uma situação dificil, principalmente por que é delicada e vocês ainda não são casados. Mas voce sabe que as pessoas tem opnioes diferentes e culturas diferentes tambem. E nesse caso acho que voce tem que aceitar isso e não ficar chateada porque a avó ou a mae dele tem esse pensamento mais “machista” de ver as mulheres. Pois o importante é o que o seu namorado pensa e como ele pensa sobre a relação. Porque afinal de contas se um dia vocês derem um passo a frente na relação é com ele que você vai casar e morar e não com elas.
Mas por outro acho que você deve levar tudo na esportiva como o povo fala, e muitas coisas entra no ouvido e sai pelo outro e tente canalizar aquilo que é importante pra você. Comparações vão sempre existir, mas você não é a fulana de tal, então me precisa tentar forçar uma barra com melhor amiga da mãe dele o mais importante é que haja uma relação de respeito.
Não sei se meu conselho ajudou muito, mas sempre que quiser pode mandar um recadinho ou mandar um email.
Um abraço

Manu

[Reply]


Mônica
22/12/2011 ás 17:00

Bah….sou obrigada a fazer essa receita.
Vou tentar pra ver no que vai dar…kkkkk
Me deu água na boca.

Bjus

[Reply]