Cabelos cacheados ou não? Eis a questão.

A preocupação com o cabelo, começa bem antes de Sansão e Dalila, aquela mulher enlouquecida que tosou a cabeleira do Sansão. Reza a lenda que o cabelo de Sansão era o que dava a força a ele, mas num daqueles momentos de TPM total, onde a mulher é capaz de qualquer coisa, a danadinha da Dalila aproveitou que ele dormiu no ponto e deixou o coitado sem forças. Bem, mas o que se sabe mesmo é que todo mundo quando está afim de mudar algo, umas das primeiras coisas que faz é mexer com o cabelo. Provavelmente porque a cabeça é o lugar que se vê primeiro e também por que o cabelo faz toda diferença numa pessoa.

Um lugar onde se pode ver que as pessoas se preocupam mesmo com a cabeleira, é aqui em Wasington DC. Antes de me mudar minha colega me falou: “Manu se prepara que você está vindo morar na pequena África.” Não entendi de imediato, mas quando cheguei aqui é que percebi o sentido da expressão “pequena África”. 60% da população de DC é formada por afro-descendentes. E por toda a influência africana, os moradores de DC arrasam nos penteados afros, nos dreadlocks, rastafaris, fazem cada escultura de cabelo na cabeçca que é de se impressionar. Cada cabelo diferente, cada novidade, melhor são as crianças que as mães enfeitam os cabelos de miçangas e ficam uma graça.


No Brasil nunca me liguei no meu cabelo, até porque passava despercebido por ser cacheado, volumoso e mais da metade da população tem o mesmo tipo de cabelo, então mais uma ou menos uma não faz muita diferença. E além de tudo, depois do trauma de infância de nunca poder ter “partinha” como minhas colegas da escola, e do período que tive o corte “chitãozinho e chororó” e o mullet era a marmorta da vez (mas dessa época nâo tenho registros, rasguei todas as fotos). Bem, resolvi passar por alguns processos químicos, no sonho de tentar diminuir o volume da cabeleira, até porque como minha mãe dizia, eu tenho cabelo pra três cabeças. Fiz de um tudo, relaxamento, alisamento, prancinha, escova, choque disso, choque daquilo, mas nada adiantou.

Depois que cheguei nos cheguei nos Estados Unidos aprendi a valorizar os meus cachos e de um certo modo minha origem. E como meus cachos são naturais e digamos que bem cuidados, faz um diferença enorme e a coisa está tão séria que sempre alguém me para na rua, no metrô, nos bares, nas festas e vem comentar do meu cabelo. “E natural?” “Que lindo!” “O que você usa?” Homem ou mulher, fora as cantadas que ganho por causa do cabelo, mas isso nem levo mais em consideração porque sou uma mulher comprometida. Pois bem, aqui desisti de toda química e sofrimento e resolvi assumir o afro com todo gosto. E começo hoje a campanha: FORÇA NA PERUCA!

Aquela coisa, um cabelo cacheado dá trabalho, precisa ser bem cuidado, hidratado, mas vale a pena, pois é a sua identidade e marca registrada. E vai por mim, na gringa o povo adora cabelo cacheado. Se quiser lê mais sobre os cachos clica aqui.

Dê um upgrade no estilo com acessórios descolados.

Essa matéria já foi publicada por mim no blog miss ceará em 2008.

Deixe um comentário!

12 comentários

  1. Bruna Steffani

    Se vc soubesse o quanto eu me arrependo de ter feito definitiva…
    =~
    Saudade dos meus cachos…
    E pior, TODO MUNDO TEM!
    “Saudade dos seus cachinhos, tinha tanto haver com vc…”

    [Reply]

    Responder
  2. Emanuella Maria

    menina agora o lance é deixar crescer e cortar. vai cortando, hidratando ate que volte o natural.. demora um pouco mais vale a pena..

    [Reply]

    Responder
  3. Nathali Picarelli

    Eu tbm resolvi assumir meus cachos e estou adorando. Claro que temos que cuidar bastante pra ficar bonito (pq tipo vc não acorda com eles lindos e arrumadinhos, como no caso de quem está com o cabelo liso que é só passar a mão e tá pronto). Mas acredito que vale a pena pq não danifica tanto ele com processos quimicos ou chapinha e secador. Sou super a favor desta ideia..
    Adorei o post Manu.. bjuss

    [Reply]

    Responder
  4. Anônimo

    Sempre assumi meus cachinhos e adoro receber elogios por causa dele (hehe quem não gosta?) Claro que teve um época, principalmente na infância, que meio que dava aquela invejinha daquelas amiguinhas dos cabelos super lisos que podiam mexer e pentear toda hora pra lá e pra cá. haha
    Mas hoje em dia é mais do que minha marca registrada, é minha identidade, eu acho que seu alisar nem eu me reconheço no espelho. 😛

    Beijos! Adorei o post!

    [Reply]

    Responder
  5. Priscila

    Acho cabelo cacheado a coisa mais linda, ainda mais bem tratados.
    Eu tenho cabelo meio liso e meio enrolado nas pontas, e quando corto o cabelo fico com um medo enorme de perder os poucos cachos que tenho, kkkkkkkkkkk

    [Reply]

    Responder
  6. Rachel

    Oie!
    Eu sempre tive cabelo cacheado e era bem volumoso, mas eu fiz uma progressiva e ele nunca mais cacheou, nem cortando. Pelo menos agora ele tá mais natural e qnd tomo banho e amasso as pontas fica levemente ondulado, mas é só passar a escova e ele fica liso. Para mim tá bom, pois me dava mt trabalho, mas eu acho lindo cabelos cacheados que nem o seu, são dotados de mt personalidade.

    Ah, qnd puder passa lá no blog tem vídeo novo sobre as últimas makes que eu fiz e vou postar mais 2 até domingo.

    Beijos,
    Rachel
    http://www.metidaphyna.com

    [Reply]

    Responder
  7. Samara Correia

    Menina nota mil pra vc!!!

    Sou total fã de quem asume o cabelo que tem!!! Antes eu fazia muitas escovinhas e bla blá, mesmo sem gostar, ma de um tempo pra cá…decidi valorizar o que tenho. Meu cabelo é meio liso.. mas tem um voluminho.. tô aprendendo a lidar com esse volume ao meu favor!! =D

    A melhor dica nessas horas é cuidar bem do que temos, como vc disse!

    Parabéns pelos lindos cachos =D

    beijinhos mil

    [Reply]

    Responder
  8. Fernanda

    Menina, demorei para aparecer, mas olha eu aqui! Sou super suspeita para falar de cachos, simplesmente amo! E realmente, qdo vc usa o cabelo mais black, percebe que os olhares aumentam, junto cimos elogios. Mas olha, discordo de q o cabelo cacheado da trabalho
    … Quer coisa pior do q chapinha todo dia?!
    Beijos mil, Manu!

    [Reply]

    Responder
  9. Tarcila Chaves

    Amooo meu cabelo cacheadoo , ele é natural nunca pegou quimica .. é grande e lindo ;D

    [Reply]

    Responder
  10. Ninna

    Cachos fazem toda a diferença num mundo onde Todas têm cabelo sim.
    100% à favor. Até porque não é da natureza Brasileira cabelos lisos.
    Sim à brasilidade !!!!

    [Reply]

    Responder
  11. Mariana D.

    Aqui nos EUA realmente sempre me param perguntando se meu cabelo q e super cacheado e natural. Passei a curti-lo muito mais.

    [Reply]

    Responder
  12. ana karenina vale

    meu cabelo e meio cacheado e meio ondulado,na verdade nao sei bem como ele e,so sei que nao e nem um pouco liso.nao curto meus cachos,mas quado corto tenho medo de perdelos,me entende? agora resolvi assumilos! muito obrigada pela sua ajuda. e bom contar com um aduto que me entende.pois so tenho 12 anos incompletos!

    [Reply]

    Responder