Um final de semana em NYC dedicado ao autoconhecimento

nova york pelos meus olhosAprender a olhar e ouvir o outro só pode acontecer quando o indivíduo cultiva o hábito de aprender a olhar e ouvir a si mesmo”- Jean Vaysse

Esse final de semana que passou foi um pouco diferente da minha rotina. Fui para NYC passar o final de semana sozinha, curtir a mim mesma, fazer coisas que gosto e participar de um workshop de autoestima e auto descobrimento. Para mim essa foi como uma viagem de autoconhecimento.

Na verdade, o autoconhecimento é um processo constante para o resto da vida. Nós estamos sempre nos aperfeiçoando, nos conhecendo, explorando, crescendo. E não há um momento em que podemos parar porque já nos conhecemos o suficiente, sempre há o que descobrir, pois o autoconhecimento requer uma constante auto reflexão, uma vez que nos estimula a manter contato profundo e significativo com nosso eu mais verdadeiro.

E o fato é que se você se conhece, tem maior controle sobre suas ações e emoções. E o resultado disso é mais equilíbrio e tranquilidade na vida, o que traz benefícios em todos os sentidos. Mas investir no autoconhecimento exige disponibilidade para enfrentar tal processo, o que nem sempre é fácil.

E essa viagem me ajudou nesse sentido. Precisei encarar algumas limitações, tive que saber respeitar a mim mesma e meu tempo sozinha, conheci novas pessoas e fiz contatos significativos para minha vida e carreira. Além disso, fiz coisas que gosto, passei muito tempo sozinha, me inspirei através de outras pessoas, das experiências e através do livro que estava lendo.

“A nossa grandeza reside não tanto em (3)

Já falei aqui no blog como gostar de estar sozinho e até escrevi algumas dicas de coisas para fazer sozinho. Eu particularmente adoro viajar sozinha. Ninguém te impede, ninguém te apressa, ninguém te julga. Gosto de andar no meu passo, me sinto mais a vontade para falar com estranhos na rua e pedir informações, gosto de tirar fotos e observar os detalhes sem me preocupar com o tempo, ou onde é a próxima parada. Além disso, comer sozinha muitas vezes tem um quê de especial. As refeições sozinhas não precisam ser corridas ou carentes de significado. Tenho tempo de saborear cada mordida e apreciar os sabores, lendo meu livro favorito.

Processed with VSCOcam with e7 preset

Também tive a oportunidade de visitar uma lojinha de cristais.  Comprei coisinhas pra energizar minha casa e minha vida. Eu acredito que as pedras são excelentes instrumentos para atrair bons fluidos para a nossa vida e alinhar as energias que possam estar em desarmonia.

proteçao em nova yorkcristais em nova york

Radical Self Love Salon

O proposito maior dessa viagem pra NYC foi participar do Workshop Radical Self love Salon – “Salão do auto amor radical” da Gala Darling. Pra quem não sabe a Gala, é uma das minhas fontes de inspiração. Ela é uma blogueira motivacional da Nova Zelândia que vive em NYC e recentemente resolveu fazer esse workshop para um grupo pequeno de pessoas.

radical self love salon gala darling

Foto by Gala Darling

Eram apenas 7 mulheres, numa sala aconchegante no meio do Soho. Usamos esse momento pras nos conhecer, falar um pouco da nossa vida, dividir ideias e inspirações e aprender técnicas novas de autoconhecimento e auto amor.

Foi bem intenso e especial. Mas teve uma técnica que aprendi nesse evento, o EFT – Emotional freedon tecnic, que me chamou mais atenção e comecei a aplicar na minha vida. Essa é uma técnica que combina a acupuntura chinesa com a psicologia moderna e através dela você pode ter resultados surpreendentes na sua vida. Na verdade a transformação se passa na ponta dos dedos, nos pontos onde você pressiona com pequenas batidinhas  e nas palavras de encorajamento que você usa. Pessoas no mundo todo usa o EFT para lidar com problemas, para lidar com a depressão, para lidar com a ansiedade e até mesmo com um pensamento negativo.  Aqui tem um link de um vídeo em português explicando sobre a técnica e como aplica-la.

Saí de lá mais leve, mais confidente e com planos lindos para minha jornada e claro, para o blog.

gala darling & manu ambiente vistoriado

Todos nós temos que dar um passo para o nosso auto conhecimento e auto amor. E se você já está nesse caminho, é o seu dever transmitir o que sabe. É de sua responsabilidade usar essas ferramentas para ajudar outras pessoas. Se amar não é apenas olhar para o próprio umbigo, é aprender a transformar a sua própria luz para que você possa iluminar o mundo e as pessoas ao seu redor. Você pode começar a mostrar que a sua luz é um reflexo deles.

E por isso resolvi usar o blog ainda mais como uma ferramenta pra dividir essa positividade com vocês. Aguardem, que surpresas estão por vir.

autoconhecimento radical self love salon

Deixe um comentário!

10 comentários

  1. Sempre ótima ideia um passeio em cidades que nos inspiram, não é?
    Grande beijo de sua nova leitora
    http://www.papelcomclips.com

    Responder
  2. fernanda maciel

    uau! que interessante esse workshop, é como uma viagem interior mesmo… adorei as fotos… ficar sozinha é muito bom mesmo às vezes. 🙂

    Bjs.
    http://www.feufolandia.blogspot.com
    instagram: feu_fa

    Responder
  3. Louh Marques

    Oi, Manu! Estou exatamente neste momento em minha vida, me dedicando a auto conhecer-me. É muito bom e recompensador! Grande beijo!

    Responder
  4. Adorei seu blog! Vc mesma q fez? Eu fiz um tbm, mas não ta fácil, são muitos detalhes…

    Responder
  5. Amanda

    Primeiramente: que fotos lindas, tô apaixonada! Fiquei uma vida aqui só olhando e tentando absorver o que pode ter sido essa viagem pra você! Deve ter sido única e inesquecível.
    Buscar o autoconhecimento é a coisa mais maravilhosa que alguém pode fazer, porque se conhecer é importante pra tudo nessa vida! Saber o que se quer, lá no fundo, quebra um galho enorme no dia-a-dia. Ainda quero me entender direitinho, mas ao mesmo tempo eu sei que não é fácil assim e que provavelmente esse conhecimento virá com a maturidade.

    Adorei seu blog! Te encontrei no blogroll da Sernaiotto e certeza que virei aqui mais vezes!

    Bjs

    Responder
  6. Camila Lacerda

    Esse autoconhecimento é maravilhoso!!
    Esse post é inspirador, e aliás foi para mim….
    Amo seu blog. amo me sentir bem demais nele <3
    E esse workshop que divino *-*

    http://www.chadecalmila.com

    Responder
  7. Patricia Leardine

    Realmente inspirador transformar a cidade e uma atividade numa jornada consigo. Parabéns pelo caminho! 🙂

    Responder
  8. Raquel Andrade

    Bom dia Manu, tudo bem?
    Adorei seu post. Tenho 27 anos e ainda não me descobri. Não sei quem sou completamente.
    Ontem de noite, depois de tentar dormir, lembrei de você e tentei lembrar de todas as maneiras o nome do seu blog. Quando eu morava no Brasil eu sempre lia, ainda mais quando soube que você era de fortaleza também.
    Enfim, não consegui lembrar o nome do blog e coloquei no google: blogueira, fortaleza, Washington, D.C… foi então que te achei.
    Engraçado eu lembrar de ti em uma pré insonia e o primeiro post que eu vejo, ser esse.
    Adorei…

    Grande abraço,
    Raquel

    Responder
  9. Mulher

    Adorei o blog! Quanta inspiração em NY, gostei da frase de Ghandi, são as melhores. Beijos.

    Responder
  10. Gabriella Coutinho

    Manu, lindo seu post. Também estou nesse momento de me autoconhecer e buscar o amor próprio. Lindo lindo!

    Responder