DIY {Organizador de temperos}

por

Coisa mais gostosa é entrar numa cozinha linda não é? Mas na verdade não precisa de muito luxo não. Com criatividade você pode deixar a cozinha cheia de charme e com um toque bem pessoal. Como está chegando o dia das mães, achei esse DIY super apropriado. Um toque lindo para casa, para quem gosta de cozinhar, para quem gosta de coisas personalizadas e especias: um organizador para os temperos.

Super facinho de fazer, você só vai precisar de potinhos reciclados, algumas etiquetas com nome dos temperos e um ímã para colar na tampinha ou no fundo do vidro. Você colocar os temperos num lugar bem visível, na geladeira, na porta do armário(se for de metal) ou adaptar uma placa de metal proximo ao fogão. Legal, não é?

Segue a lista de alguns temperos pra você começar a sua coleção:

#Açafrão: empresta sua cor vibrante para o arroz, sopas, saladas e pães. Tem um perfume especial.

#Alecrim: o rei do perfume, seu aroma combina bem com massas.

#Canela: aproxima pessoas e saboriza compotas, marinados, picles, ensopados, bolos, pães, biscoitos e doces caseiros.

#Colorífico ou Colorau

#Cominho: para molhos, cremes, legumes, ovos, sopas e pães. É essencial no curry.

#Cravo: sabor doce, pungente, quase quente. Harmoniza-e com arroz doce, pão de mel, pudins, compotas de frutas e pratos asiáticos, especialmente indianos.

#Curry: feito com uma combinação de 65 tipos de especiarias diferentes. Uso: culinária indiana, arroz

#Grãos de mostarda: conservas, pães, assados, picles e marinados (em grão) e maionese. Fica uma delícia acompanhando batatas cozidas.

#Gengibre: muito bom como acompanhamento, picles, molhos, doces, bolos, pães, saladas.

#Louro: combina com sopas, feijão, cozidos, peixe em geral e terrines. Uma folha basta para aromatizar o prato.

#Noz-moscada: doces, molhos e massas ganham encanto com a noz moscada. Deve ser ralada somente na hora do uso e necessita de pequena quantidade para oferecer seu aroma delicado. Não existe molho branco sem uma pitadinha de noz moscada

#Orégano: sem ele a pizza não tem sabor. É companheiro perfeito do tomate, do pimentão, da berinjela, da abobrinha e das massas.

#Páprica: utilizada no lugar da pimenta seca, dá um ar picante ao prato.

#Pimenta (diversos tipos)

#Salsa desidratada: além de decorativa acrescenta cor e sabor às omeletes, saladas, molhos, purês de batatas, patês e sopas.

#Tomilho: apreciado nas cozinhas européias, enriquece sopas, molhos de tomate, legumes em geral e terrine.

Deixe um comentário!

8 comentários

  1. Jess Lice

    adorei o tutorial!

    Responder
  2. Maraysa Carvalho

    Que lindo! *-* Nem tenho tantos temperos assim, até porque só comecei a me aventurar na cozinha há algumas semanas.. hehe. Mas quando meu acervo estiver maior, acho que vou tentar fazer algo parecido. Fica muito charmoso!

    Responder
  3. Sueli

    Adorei a descrição do uso de cada tempero e as imagens.
    bjs Sueli

    Responder
  4. Josele Lopes

    Q delícia de post, adorei.
    Bjs bjs

    Responder
  5. fabi

    Achei lindooo

    Responder
  6. Mônica

    CNTRL C + CNTROL V – JÁ ESTÁ NA MNHA LISTA PRA VEZ EM QDO DAR UMA OLHADINHA

    Sabe, eu preciso aprender a cozinhar com temperos diferentes. Sempre uso a tal cebola, alho, orégano, as vezes louro e deu.

    Recentemente adotei as ervas de provence – AMEI
    Tem um gostinho tão especial, cheiroso.

    Bjão Manu

    Responder
  7. Rayane Souza

    É muito legal separar os temperos em potinhos separados,assim dá mais espaço na cozinha.Muito legal a sua dica! :)

    Responder
  8. Ana Laura Franzolin

    Adorei essas dicas!

    Responder