wal mart viagra price

Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog











26.09.2011

Barcelona é uma cidade em que não importa o número de dias que você fique. Ano passado fui pra lá de férias e esse ano resolvi ir de novo. E gostaria de fazer isso todos os anos de minha vida. É impossível conhecê-la palmo a palmo, mas a cada dia a mais de permanência, é uma surpresa crescente. Mas ao chegar ao aeroporto, siga em direção do jornaleiro e compre logo o Guía del Ocio. Lá tem tudo o que está acontecendo na cidade.

Fiquei hospedada em Jaume I, no centro da cidade, na casa de uns amigos. Era um apartamento lindo, antigo e com sacadas.  Do quarto, eu podia assistir de camarote aos artistas de rua noite a dentro, as pessoas por um lado e pro outro, todo o movimento.

Bem na estação de metro do Jaume I tem uma confeitaria chamada La Colmena. Que vende doces e pães e é super tradicional. A “padaria” existe desde 1928 e tem um suspiro (merengue) maravilhoso. Quem for a Barcelona não pode deixar de provar.

Às 9 horas da manhã tudo começa funcionar, com os indianos abrindo as lojas de souvenir nas Ramblas e vai até 8 da noite. Depois passe numa cerveceria catalana e tome uma cerveja e coma umas tapas (pequenos pratinhos, estilo tira-gosto, que a gente chama comida pra beslicar, mas em barcelona é comida pra picar).  Dorme-se nesta cidade ? Sim. Das 14:00 às 17:00, diariamente, quando quase tudo fecha.

Uma garrafinha de água mineral é a melhor companhia para esta maratona de paisagens e museus maravilhosos.Quase tudo é para ser feito ao ar livre: passear pelos bairros medievais (o Bairro Gótico, o Born), ver as fachadas modernistas (de Gaudí e seus contemporâneos), visitar ao Parque Güell e a Montjuïc. Não deixe de passar no mercado S. José, mais conhecido como Boqueria, nas Ramblas, tome um “melocotón” (pêssego) enorme e sumoroso restaura as energias perdidas, ou um copo vinho servido com petiscos no balcão lhe reanima o corpo enquanto seus olhos vagueiam num festival de cores.

Subir e descer as Ramblas (um calçadão com árvores e bares na calçada) e você já viu todos os turistas e malucos em Barcelona.  Se gosta de sebos e livrarias e bibliotecas, então aumente mais uns 3 dias a sua estadia.

E quando quiser ver uma Barcelona menos estrangeira, dê uma passadinha no bairro de Gràcia

O metrô é ótimo e há passes de integração com ônibus comuns, que têm ar refrigerado, amplas janelas e música ambiente, portanto, se cansar, peça informações e ande de ônibus e de metrô, saindo do roteiro de turista.

E antes de ir embora não deixe de passar no bar Xampanyeria (Carreer de la Reina Christina 7). Parece uma bodega, mas está lotado. Peça uma cava (0 champagne catalão) e um queijo com jamon para picar. Posso garantir que é inesquecível.


Gostou? Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

Comentários

Categorias: viagens |












Deixe um comentário em “Um pouco mais sobre Barcelona”