Sim, nós podemos sempre recomeçar, recomeçar e recomeçar…

RECOMEÇAR

“Bendito quem inventou o belo truque do calendário, pois o bom da segunda-feira, do dia 1º do mês e de cada ano novo é que nos dão a impressão de que a vida não continua, mas apenas recomeça”. – Mario Quintana

Cresci ouvindo do meu pai dizendo “que conhecimento é a única coisa que ninguém tira da gente”. Quando eu estava no colegial, decorando as tabelas de químicas ou fazendo uma equação de matemática era difícil entender isso. Mas sempre gostei de ler e escrever. A biblioteca era meu cantinho preferido e no segundo grau, por dois anos, fui editora do jornal do colégio Marista de Fortaleza.

Mas às vezes a gente se perde no caminho, porém todo mundo tem o direito de errar, de dar um passo em falso na vida. Antes mesmo de encontrar meu caminho na área de comunicação, me perdi por alguns anos estudando Turismo. Mas a culpa nem sempre é nossa, a culpa é da imaturidade, da falta de opção ou mesmo da pressão dos outros. Eu saí do colegial e entrei no curso de Turismo e até trabalhei no campo. Passei pela área de eventos e agência de viagens. As melhores lembranças dessa época vieram dos amigos que eu fiz, mas o turismo não era pra mim e faltando pouco para me formar deixei de lado o curso e entrei de cabeça na comunicação.

Quando entrei no curso de jornalismo, descobri o universo das coisas que eu amava. Pude me aprofundar nas disciplinas que eu era boa, como Português e História e depois fui afunilando meu caminho até sair com um diploma de jornalista depois de 4 anos e meio de curso. E fui explorando as oportunidades na minha área. Estagiei no jornal, depois fui para um canal de Televisão onde fazia plantão nos finais de semana, trabalhei na assessoria de imprensa do centro cultural do meu Estado e mais pra frente, fui relações públicas do maior complexo turístico do estado. Fui surfando de onda em onda até achar minha praia.

Hoje eu sei que sou boa escrevendo, sou melhor ainda com pessoas e que adoro criar e inovar com ideias. E usei minhas habilidades ao meu favor quando mudei pra DC. Um bico aqui como editora de uma revista local, um bico acolá escrevendo artigos online, um contato em um evento, uma leitura mais aprofundada e resolvi fazer um mestrado em Relações Internacionais.

Mas algumas pessoas me perguntavam, mas porque você não faz algo na área de jornalismo, quem sabe comunicação digital ou algo mais específico? E eu sempre respondia que queria abrir meus horizontes, saber o que estava acontecendo em outros campos e conhecer outras coisas. Já estudei jornalismo e já trabalho na área há mais de 5 anos, não queria afunilar ainda mais minhas oportunidades, queria ampliá-las.

E assim comecei meu mestrado em Relações Internacionais numa das universidades mais prestigiosas dos Estados Unidos. No mestrado, aprendi mais sobre a América Latina, estudei historia, política e economia internacional. Participei de eventos onde tive a oportunidade de interagir com diplomatas, ministros e até presidentes. Fui morar no Equador fazendo pesquisa para a universidade, aprendi espanhol e expandi meu leque de conhecimento.

E hoje em dia, tudo foi se encaixando, trabalho numa Organização Internacional que tem muitos projetos na América Latina e aplico meus conhecimentos na área que aprendi nos meus quase 27 anos estudando e nos meus 10 anos de experiência. Posso afirmar que sou feliz na minha carreira e tenho um know-how que me fez conquistar muitas coisas. Mas agorame pergunto se devo parar por aqui e deixar as coisas do jeito que estão?

Copy of “A nossa grandeza reside não tanto em (7)

Estava me questionando recentemente para onde quero ir. O que seria o próximo passo na minha vida e carreira. Venho participando de vários eventos de auto conhecimento e lendo mais livros nessa área. E finalmente cheguei a conclusão que quero recomeçar.

Recentemente resolvi investir minhas cartas e me especializar numa área que eu aprendi a gostar por causa do blog e por causa de vocês. É isso mesmo. Quase 5 anos de blog, me ajudou a descobrir a minha missão nesse mundo. Descobri que minha paixão é ensinar as pessoas a amarem elas mesmas, ajudar a descobrir uma vida mais encantadora e  a seguirem o caminho que elas amam. E nesse momento estou fazendo um curso de especialização na área de couching.

A vida é feita de caminhos e escolhas e a gente só para quando precisa dar um novo passo, seja ela qual for. Só você pode escolher o que vai levar dessa jornada, no meu caso é o conhecimento e não tenho medo de recomeçar, recomeçar e recomeçar sempre que for preciso.

E sei que tem muita gente que ler o blog que também está recomeçando ou pensando em recomeçar. Essa é a lição que levo hoje: nunca é tarde!!

Fique a vontade pra dividir nos comentários como anda a sua jornada de descobertas.

divisor

O blog vai trazer muitas novidades e mudanças em breve. Por isso se você gostaria de acompanhar essas mudanças e inspirar ainda mais a sua vida não deixe de se inscrever para receber as minhas atualizações inéditas por e-mail.  CLIQUE AQUI para se cadastrar na lista. E para quem tem email cadastrado, certifique-se que os emails do blog não estão indo para sua caixa de spam. Para evitar que isso aconteça é só adicionar meu email manu@ambientevistoriado.com nos seus contatos.

 

Deixe um comentário!

7 comentários

  1. Luciana Felix

    Manu, seu blog é muito inspirador! É como uma sábia amiga a quem recorremos quando precisamos de um conselho! Obrigada e boa sorte no novo caminho!

    Responder
  2. Ambiente Vistoriado

    Oi Luciana, obrigada pelas palavras meigas. Estou super empolgada com essa nova jornada. 🙂

    Responder
  3. Eddie Silva

    Excelente postagem. O Blog está fantástico. Muito lindo. Inspiração pra quem está começando.Sucesso pra ti.

    http://peganaboa.blogspot.com.br/

    Responder
  4. Criativo Caos

    que bacana Manu! Desejo toda força nessa nova etapa e tenho certeza que isso retornará em coisas boas para o blog.

    Responder
  5. Patricia Leardine

    Que linda trajetória! Espero que continue assim, dando tudo certo. Eu também fui mudando ao longo da vida de estudos e trabalhos, e acabei investindo em profissões que nem imaginava que ia gostar assim. Mas tudo foi importante, como se fosse direcionando e moldando quem eu sou agora.

    Responder
  6. Iris Clara

    A vida é um verdadeiro recomeço!
    http://ofantasticomundodairis.blogspot.com.br

    Responder