Como lidar com o final de um relacionamento

Ontem cheguei em casa do trabalho, deitei no sofá, um copo de coca-cola geladíssima na mão, laptop na perna com mais episódio do meu seriado preferido, quando meu telefone toca. Atendo e escuto um susurro baixinho, já pensei que era trote e quando ia desligar, escutei um soluço, seguido de outro e umas frases que não faziam muito sentido. Desliguei o computador e aí percebi que do outro lado da linha era uma amiga do trabalho, soluçando e chorando. A única coisa que eu entendi era “ACABOU”.

É gente, mas uma história de amor que não teve um final feliz. Quem já passou por isso sabe que não é uma situação fácil. O final de um relacionamento é sempre muito doloroso, principalmente quando você é a que ama mais. Eu já passei por isso algumas vezes e sei que é uma barra, mas tem uma frase linda do Gabriel Garcia Marquez que diz:

“Não passes o tempo com alguém que não esteja disposto a passá-lo contigo. Quem sabe Deus queira que conheças muita gente enganada antes que conheças a pessoa adequada para que, quando no fim a conheças, saibas estar agradecido.”

Bem, pra esse ou aquele que terminou o namoro recentemente, esse post é pra você.

É o fim. E agora?
As pessoas lidam com o fim de um relacionamento de várias maneiras. Algumas pessoas seguem a rota saudável ​​(buscam terapia, boa comida, fazer mais exercício, meditação, conversam com os amigos e familiares), alguns já seguem o lado menos saudável (enche a cara de bebida, sai com qualquer um que aparece na frente, cai na besteira de usar drogas), já outros seguem a linha depressão profunda, choram desesperadamente, sente uma dor angustiante que não tem um lugar definido, ficam definhando em casa, ligam pro ex, podendo chegar ao ponto de ate se humilhar.

Independente da forma que você reage a um final do relacionamento, não tem jeito, é sempre difícil. É um momento angustiante, que chega a ser assustador e muitas vezes faz você sentir ate raiva. O final de um relacionamento é definitivamente um momento pra usar um rímel à prova d’água e andar de óculos escuro o tempo todo. Eu sei que as vezes da vontade de fazer uma loucura, mas você precisa ir com calma. A maior dieta da minha vida aconteceu por causa de uma desilusão amorosa, foram quase 15kg que perdi num intervalo de 2 meses. Foi um namoro conturbado com idas e vindas, no final ele me ligava com ameaças no telefone, ate que minha família teve que interferir e em menos de 3 semanas que meu namoro de 3 anos acabou, o bonito já andava desfilando com outra menina. Foi um péssimo momento na minha vida. Acreditem em mim. Achava que nunca mais ia amar ninguém de novo, sentia uma angustia dentro do peito e chorava até dormir. Foi um tempo muito feio na minha vida. Por favor, não siga meu exemplo, foi terrível!
Em vez disso, tente o seguinte…

Mime-se!
Faça o que você gosta! Use essa nova liberdade para realmente fazer coisas que te faz Feliz. Como assistir todos os episódios de “Sex and the City”, ouça música sertaneja daquelas mais cafonerrimas que você adora. Vá dormir quando quiser, coma na cama, passe a tarde fofocando com as amigas no telefone, faca o que te faz bem.

Passe tempo com seus amigos
Se você, como a maioria das pessoas, abandonou um pouco seus amigos em favor de seu amor (um terrível pecado), você precisa fazer as pazes com eles imediatamente. Convide-os para um café, uma almoço, ir ao parque, ir às compras, converse muito. Peça desculpas se for necessário. Seus amigos são tão essenciais nesse momento, faça bom uso deles e seja tão boa para eles quanto possível.
Se você não tem um monte de amigos, faca um esforço para ser social e sair de casa. Durante o final do relacionamento que mencionei anteriormente, me matriculei em um curso de fotografia na universidade. Foi muito bom para mim, me ajudou a fazer novas amizades e aprendi a gostar de um hobbie diferente.

Tente não falar sobre o fulano ou a cicrana demais!
Eu sei que um pouco de ex-obsessão é normal, mas depois de um tempo você vai começar a soar como um disco quebrado e seus amigos vão ficar cansados de ouvir a mesma ladainha! Após o final do relacionamento, permita-se duas semanas no máximo para falar sobre seu ex, em seguida, vire a pagina. Não adianta falar dele, não vai mudar o presente, não vai ajudar em nada, não vai trazer ele de volta e ainda vai irritar os outros.(Confie em mim!) Se você quer pensar sobre isso, pegue um caderno e comece a escrever tudo que esta na sua cabeça. Se quiser xingar, xingue, mas que seja tudo escrito.

Encontre uma válvula de escape
Faça algo para manter sua mente ocupada. É importante ter algo a mais para se concentrar. Se jogue em um grande projeto, isso é uma ótima maneira de seguir adiante sem seu ex. Se você é um tipo artístico, então faça o que vem naturalmente – pintar, ou escrever, ou fazer música. É incrivelmente terapêutico. Se você não é muito artística, entregue-se aos esportes, aprenda novas línguas (já pensou em estudar alemão, japonês?), faca um curso de culinária, de corte e costura, faca um voluntariado na África. Serio gente!!!

Cuide do seu corpo
Se a maior parte do ano você é uma sedentária completa como o resto de nós, este é um momento em que você realmente deve cuidar de si mesma. Coma comidas saudáveis, não apenas recorra ao Burger King e nem fique sem comer. Experimente  comer muita fruta e legumes, beber bastante água (especialmente se o seu belos olhos insistem em derramar tanto dela!), Durma tanto quanto você acha que precisa e faca um pouco de exercício.Você não precisa ir a uma academia lotada, basta dar uma boa caminhada de vez em quando ou andar de bicicleta próximo ao mar ou algo assim.
Mais uma vez, depois da final trágico do meu relacionamento, eu ia a pé para o trabalho (era cerca de 45 minutos). Gostava de levar minha câmera comigo e ouvir o meu mp3. Foi uma experiência muito grande poder usar o meu tempo comigo mesma e meus pensamento, mesmo que as vezes eu me sentia miserável. Na verdade, hoje em dia eu sinto falta daquela caminhada.

Não vire “amigos”
Se o seu ex quer ficar amigos, diga que não. Se você quer ser seu amigo, se segure. Confie em mim quando digo que nunca funciona. Pode funcionar por algumas semanas, mas depois a lama vai bater no ventilador e você não vai querer estar ao redor dele e só vai se magoar mais! Sério! Se você está destinado a ser amigos, isso vai acontecer de novo uma vez que você  lidou com a morte da relação, mas não force. Especialmente quando um ou ambos estão com raiva / tristeza / medo/ se sentido só. Você não querer ouvir sobre a nova namorada dele, certo? Excluir o número de telefone e endereço de email será bom para você e por favor peca seus amigos em comum para não comentar sobre o fulano. No meu caso levou anos pra eu voltar falar com meu ex, mas hoje em dia ele e meu amigo no Facebook e vez por outra a gente se fala online. Eu casei, sou feliz, ele tem uma namorada e tudo esta bem.

Não vire amigo colorido!
Eu sei, é muito fácil de fazer. Mas apenas diga não. Isso só complica ainda mais as coisas. Você só vai ter uma alegria momentânea e depois vai se sentir péssima, insegura. Terminou?? Então respeite seus sentimentos, seu corpo e vire a pagina.

Não voltem a ficar juntos, se nada mudou
Os mesmos problemas que você costumava ter provavelmente ainda estão lá. Por que seria algo melhor desta vez? Tente envolver o lado lógico do seu cérebro tanto quanto possível, e se você não tiver certeza, ESPERE! Um grande amigo meu dos Estados Unidos namorou com uma menina 8 anos, da escola ate o final da Universidade, mas não deu certo. Eles terminaram e passaram 7 anos separados. Depois se reencontraram numa viagem e voltaram a sair, um ano depois eles casaram. Se tiver que ser vai ser!

Delicie-se com radical auto-amor!
Vá ao cinema sozinho e coma um saco enorme de pipoca, faca uma massagem, vá na manicure, limpe a casa ou o quarto, comprar um lindo par de sapatos.

Não salte de um relacionamento para outro …
Não importa o quanto eles parecem perfeitos! Você provavelmente não está pronta e isso pode levar um tempo, então dê-se algum tempo. Sei que é tentador sair em busca de atenção positiva e elogios, mas se você pode praticar um pouco de auto-controle,  vai ser muito melhor.
Caindo de cara em outra relação – antes que você lidou com as suas emoções sobre o seu último amor, vai acabar em uma confusão terrível, e não vai demorar muito para o seu novo amor perceber que que ele é só um tampa buraco.

Pense sobre si mesmo
O que você quer para si mesmo? O que você quer fazer no futuro? Será que aquela viagem pra Europa que você sempre quis não aconteceu porque seu ex não gostava da idéia? Que tal refazer seus planos agora? Tire um tempo para descobrir quem você é de novo. Às vezes em um relacionamento (principalmente os logos) é difícil saber onde o casal termina e você começa. Eu evoluí muito quando eu terminei com meu ex e foi completamente melhor.

Talvez você esteja se perguntando como o meu mais terrível final de relacionamento acabou. Bem, dentro de um ano, eu mudei de emprego, entrei pra um curso de fotografia, fui para um festival de musica eletrônica no interior da Bahia chamado Universo Paralello, viajei pro carnaval em Recife, fiz minha primeira tatuagem, sai da casa dos meus pais e fui morar sozinha, pintei meu cabelo de vermelho sangue, parei de roer as unhas, e encontrei uma pessoa nova (que também não deu certo, mas me ajudou a crescer muito).

Muitas outras coisas aconteceram também… mas não são coisas importantes!
A vida continua e é incrível, independentemente de você ter um namorado ou não!
Você é única é fantástica. Eu sei que pode ser solitário às vezes, mas você vai crescer e aprender muito e em breve alguém especial vai cruzar seu caminho de novo. Afinal, a fila anda, não é verdade?!

Se você gostou deste artigo, por favor, deixe um comentário e passe para os outros.
Não deixe de compartilhá-lo no Facebook, RT no twitter.
Siga-nos no facebook twitter.
Inscreva-se para receber as atualizações por email.

Deixe um comentário!

8 comentários

  1. Moni

    Muuito bom, Manu, sério mesmo. Seus textos sempre vêm no momento perfeito pra mim. 😀

    Responder
  2. Larissa

    Foi muito bom esse texto véi acabei de sair de um relacionamento de 11 meses tá sendo muito dificil pra mim porque a gente vivia grudado um no outro e ele já ta pegando todas , curtindo muito e eu sofrendo ¬¬’
    esse texto me ajudou no que eu já vinha pensando , você é um gênio Manu .
    beijos ;*

    Responder
  3. Natasha

    Nossa adorei o post, muito bem escrito…
    Minha primeira vez aqui, voltarei sempre 🙂
    beijos

    Responder
  4. Ss

    Gostei muito de ler esse post. Tou bem passando por isso, mas antes o fim do meu relacionamento tivesse sido conturbado ou pq as coisas estavam ruim. Pelo contrário tava tudo melhorando e indo bem, ele entrou num buraco negro e desistiu da gente e eu como estava em um momento ruim não me opus. Enfim, terminamos e estamos os dois sofrendo a toa. Ele quer ser amigo e eu não aceito de jeito nenhum.

    Responder
  5. Si

    Nossa adorei saber que eu não sou a única a pensar que vou morrer qndo tento terminar meu relacionamento de quatro anos.Temos um namoro muito muito marcado por brigas desrespeito e até varias agressões físicas. A gnt briga termina ele sai pra um lado eu pro outro.Caio em alguma balada no sábado e no domingo durmo o dia inteiro esperando a segunda chegar e eu me ocupar com meu trabalho. Aí chega o fds de novo e eu penso que não vou aguentar de novo e acabo ligando e voltando com ele.Passa um tempinho e as brigas recomeçam e eu fico nessa vo e volto. Mas to cansada queria muito conseguir terminar de vez.Ainda não consegui mas to tentanto quem sabe um dia! bjo té ++

    Responder
  6. rouzy souza

    puts adorei,estou passando por um momento muito dificil ,mas suas palavras estao fazendo eu repensar na mnha vida.obrigada

    Responder
  7. Iloi Henrichsen

    ótimo muito bem colocadas suas palavras , bem isso mesmo quem ler pode seguir e o caminho perfeito parabéns?

    Responder
  8. Marina

    Engraçado, eu tinha lido esse post enquanto estava namorando e pensei “Preciso me lembrar disso se der merda”. E bem, deu merda. Estou aqui lendo e me sinto mais em paz. Valeu, Manu.

    Responder