Como ser feliz sozinho

387

Hoje é dia de São Valentim, ou melhor dia dos namorados em vários lugares do mundo, inclusive aqui nos Estados Unidos e achei que esse post era apropriado para a data. Antes de mais nada gostaria de esclarecer que não defendo a solidão total como a melhor maneira de se viver, pois o ser humano é gregário e poucas coisas na vida são tão agradáveis e construtivas quanto o convívio saudável com outras pessoas. No entanto, esse convívio deve ser espontâneo e prazeroso, senão não tem razão de ser. Lembram-se da velha máxima de que “antes só do que mal-acompanhado”? Como todo velho provérbio, ele é sábio e direto. Muitas vezes, estar sozinho pode ser mesmo a melhor opção. A solidão nos proporciona o encontro com nós mesmos, nos induz à reflexão e ajuda a iluminar o nosso caminho rumo ao autoconhecimento. E algumas experiências que a vida nos proporciona só acontecem quando você está sozinho, que ao contrario do que muitos pensam, as vezes nos deixa mais abertos.

Dois anos atrás viajei para Barcelona e todos ficaram surpresos quando eu disse que eu iria sozinha. Mas confesso que essa viagem foi inesquecível e mudou toda a minha concepção de estar sozinha. Durante o dia passeava pelos cantos turísticos, visitava os museus, almoçava comigo mesma e observava as pessoas. Fiz fiz tudo que queria, e mesmo só, tive a oportunidade de conhecer pessoas interessantíssimas. Por exemplo, uma tarde sentei num banco em frente a um café para comer um suspiro e uma francesa sentou do meu lado olhando um mapa. Vi que ela estava confusa e resolvi ajudá-la e logo iniciamos uma conversa de uma hora, que depois virou um encontro a noite (fomos a um club) e hoje ela é uma amiga que sempre trocamos emails e acho que próximo ano vou visitá-la na frança.

Certas oportunidades só acontecem com a gente
porque estávamos sozinhos.

Eu tenho uma amiga que conheço desde a oitava série e até hoje eu nunca a vi sozinha. Sempre teve namorados, um atrás do outro. Um dia desses quando conversamos, ela comentou que não gostava de estar sozinha, que sentia uma cobrança das pessoas. É claro que um namoro prolongado, ou mesmo um casamento podem ser extremamente gratificantes. Mas o ato de se casar ou de ter um parceiro ao lado deve partir, sobretudo, de um anseio íntimo e genuíno e jamais de uma cobrança social coletiva.

Quantas mulheres preferem cancelar sua presença em eventos sociais a ter de comparecer desacompanhadas, com medo de serem mal-vistas? Quantos homens se obrigam a se casar apenas para mostrar masculinidade à sociedade, para provar que não é um solteirão? Quantas pessoas se empenham na busca desesperada pelo relacionamento a qualquer custo, unicamente por temerem ficar “sozinhas” e “encalhadas”? É perigoso viver à mercê do que a sociedade espera de nós. Sobretudo, é perigoso não saber estar sozinho. Infelizmente para muitas pessoas estar só é uma falta de opção. Mas se não soubermos ser felizes quando estamos sozinhos, será que realmente o seremos com outro alguém?

Tem um video–poesia How to be alone, da Tany Davis onde ela dá uma série de razões para ficar sozinho. É um video lindo, porem em inglês. Adorei tanto a mensagem que fiz uma pequena tradução do poema pra vocês.

Como ser sozinho (Tany Davis)

Se você está sozinho, em primeiro lugar, seja paciente.
Se você não tem ficado muito sozinho, ou quando você estava, você não se sentiu bem com isso, então é só aguardar. Logo você irá descobrir que é bom estar sozinho quando começar a aceitar.

Que tal começar com os lugares aceitáveis: o banheiro, a cafeteria, a biblioteca. Onde você pode parar e ler o jornal, ou pode tomar sua dose diária de cafeína, sentar-se e permanecer lá. Ou onde você pode ver e cheirar uma pilha de livros, você não deve falar muito de qualquer maneira, por isso é seguro por lá. Existe também a academia, e se você for tímido, você pode ter um encontro com você mesmo e os espelhos, você pode colocar fones de ouvido. E há o transporte público, porque todos temos que ir a lugares. E há oração e meditação, ninguém vai querer interromper enquanto você está buscando paz e salvação.

Comece simples. Coisas que você pode ter evitado previamente com base em seus princípios de evitar ser sozinho.

Tem o horário do almoço, onde você vai estar rodeado de pessoas. Outros trabalhadores que têm apenas uma hora e trabalham do outro lado da cidade, e eles, como você, vão estar sozinhos. Resista à tentação de sair com o seu telefone celular.

Quando você estiver confortável com o “almoçar e correr”, convide você mesmo para um jantar, um restaurante, com menu e talheres. Você é uma pessoa intrigante quando você está comendo sobremesa sozinho e limpa o crème do prato com o dedo. De fato, algumas pessoas em outras mesas lotadas queriam está onde você está.

Vá ao cinema, que é escuro e relaxante. E sozinho em sua cadeira você está no meio de uma comunidade fugaz. E, em seguida, se auto convide para dançar, para um clube onde ninguém te conhece. Fique do lado de fora da pista até que as luzes convencê-lo mais e mais e a música mostra-lhe a melhor hora. Dance como se ninguém estivesse olhando, porque eles provavelmente não estão. E se estivere,m assuma que é com as melhores das intenções. Deixe o corpo se mover com as batidas, pois tudo é lindo e comovente. Dance até que você esteja suando. E gotas de suor lembrá-lo das melhores coisas da vida, abaixo de suas costas, como um livro de bênçãos.

Vá para a floresta sozinho, e as árvores e os esquilos vão guardar você. Vá para uma cidade desconhecida, percorra as ruas, sempre há estátuas para conversar e bancos feitas de pedra para sentar-se ao lado de estranhos, e esses momentos podem ser tão importante e quem sabe uma conversa começar. Talvez nada aconteceria se você não estivesse por lá sozinho.

A sociedade está com medo da solidão. Com corações solitários se desperdiçando nos porões. Com pessoas que tem problemas se depois de algum tempo ninguém está namorando com eles. Mas solidão é liberdade que respira fácil e leve. A solidão muitas vezes é a cura se você se permitir isso. Você pode estar envolta por grupos e multidões ou de mãos com seu parceiro, mas muitas vezes você está só vivendo essa incansável busca por companhia. Mas ninguém está na sua cabeça. E pelo tempo que você traduzir seus pensamentos a essência deles talvez tenha se perdido. Porque se você está feliz por dentro, a solidão é abençoada, e você fica bem .Tudo bem se ninguém acreditar como você, que todas as experiências são únicas, ninguém tem as mesmas idéias mesmo, não conseguem pensar como você. Tente manter as coisas interessante, deixe as coisas mágicas da vida ao seu alcance,

Se você tem uma arte que necessita de uma prática, deixe de negligenciá-la. Se sua família não o entende, ou se a sua religião não é para você, não fique obcecado com isso.

Se o seu coração está sangrando, faça o melhor dele. Há calor e frio em todo canto, seja uma prova disso.

Happy Valentine’s day!!  Divida o amor e compartilhe o post <3

Google

Deixe um comentário!

37 comentários

  1. Oza

    Nossa acertou em cheio! Incrível como precisava ler esse post. Muito obrigada.

    Responder
  2. fernanda

    esse vídeo é lindo mesmo, lindo lindo lindo. beijo em tu.

    Responder
  3. Flávia

    Amei, tava precisando ler algo assim =D
    bjos.

    Responder
  4. adelia

    eu adoro estar sozinho minha compania e excelente e, descobri isso vivendo nos EUA(no pais dos desUnidos) nao tem ninguem que valha a pena.

    Responder
  5. lea

    ah eu fico mt sozinha, adoro, eu digo que ee o meu momento intimo comogi mesma, gosto de ler, ouvir boa musica sozinha, passear, olhar vitrines…eu gosto,rsss, bjs

    Responder
  6. jussara mercaldi

    OI!! AMEI ESTE TEXTO!! E CONCORDO PLENAMENTE COM OS DIZERES,O QUE IMPORTA É ESTARMOS DE BEM A GENTE !!! EU TBEM GOSTO MTO DE FAZER COISAS SÓ !! DO MEU JEITO NO HORARO QUE DESEJO , USAR O TEMPO QUE EU DESEJAR NO MOMENTO, ANDAR PELAS CIDADE AS VEZES EM BUSCA DE NADA MAS AO MMO TEMPO EUM BUSCA DE PAZ !!

    ABRAÇOS.

    Responder
  7. Hanid

    Amei o post.
    E vc sabe que eu morei 22 anos sozinha e foi a melhor experiencia da minha vida. Nunca pensei em dividir minha vida com ninguem, me achava uma otima companhia, adorava ficar em casa assitindo filmes,dancar na minha casa, ir para academia, caminhar na praia, ir ao shopping….tudo isso sozinha. Era feliz assim. Eu optei por essa vida. Mas de repente tudo mudou. E foi um choque, foi assustador. Me casei e justamente tive que dividir minha vida com essa pessoa.Acredite, levei um mes para me adaptar (easy, easy)com marido e filha(era dele de outro relacionamento) Hoje a minha vida eh diferente, agitada, muito barulho.
    Solidao eh bom para quem sabe lidar com ela, caso contrario, vc enlouquece, entra em depressao.
    Adorei o poema conheco pessoas que precisam urgente ler isso.
    Bjs

    Responder
  8. Luh

    Oiie! Primeiramente, obrigada pela visita ao blog! Amei seu blog e super vou seguir! Quero ter coragem que vem você de viajar sozinha assim! Deve ser uma experiência incrível!

    E tmb AMEI esse post! Ele veio no momento em que eu tenho pensado tanto em viver sozinha! Tem pessoas que tem receio nisso, do que as pessoas vão pensar por você ser sozinha … Mas é melhor estar só mesmo do que mal-acompanhada! Concordo plenamente com esse ditado! Gostei tanto do seu post que até adicionei aos favoritos HAhAHAHa

    Beijão!

    http://diario-de-uma-consumista.blogspot.com

    Responder
  9. Emanuella Maria

    Fico feliz pelos comentarios!! Apesar de ser casada eu adoro está sozinha tambem e ter tempo para mim, fazer minhas coisas, pensar…
    Vez por outra gosto de ir ao parque sozinho, levo minha canga, meu livro preferido , um lanchinho e passo a tarde la comigo mesma… Adoro!!!
    Vocês deveriam tentar!!!

    Responder
  10. Marii

    Por muito tempo tive medo de estar sozinha até descobri que em algumas situações, funciono até melhor dessa forma.
    Descobri que gosto muito de ir ao cinema sozinha, que fazer compras sozinha é legal e bem eficiente. Gosto de passear e viajar nos caminhos sem preocupação em chegar atrasada, em dar ou receber atenção de ninguém.
    Refeições ainda é estranho para mim, mas depois disso confesso que fiquei com vontade de me dar de presente um jantar.

    Peço ainda licença para reproduzir o video e a sua tradução no meu blog.
    Aguardo

    Responder
  11. Annina Barbosa

    Que delícia de post.
    Sou uma solitária por natureza, apesar de às vezes isso não me fazer bem.
    É como se eu curtisse, mas ao mesmo tempo quisesse muuuito que alguém especial estivesse do lado para curtir todas as sensações gostosas citadas no poema.

    Tbm tô pensando muito em viajar sozinha.
    Apesar do medinho, acho que seria uma viagem maravilhosa!

    Beijos!

    Responder
  12. Ana Carolina

    Adorei o post! Sempre visitei o seu blog mas hoje tive que parar para comentar.
    Viajo sozinha, vou a shows sozinha… Gosto muito de gente, mas acho que meus pensamentos fluem melhor sozinha.
    Vc inspirou até a fazer um post sobre o assunto.
    Se quiser dá uma olhadinha:
    http://umacolombina.blogspot.com/2010/11/pensando-e-seguindo.html

    Agora serei uma seguidora fiel.
    Um beijo flor

    Responder
  13. Paty

    Olá, Encontrei seu blog por indicação de uma amiga…. E devo dizer que concordo… Eu aprendi a ficar comigo mesma há poucos anos… E ser sozinha, não deve ser visto como algo ruim…. É uma questão de auto-conhecimento. Se eu não me suporto, quem vai me suportar?
    Eu acho que as vezes procuramos companhia, para não ouvirmos nossa consciência… Para bloquear nossos pensamentos… Td mundo precisa conversar… Mas precisamos saber nos ouvir…..

    Amei o texto…..Lindo!

    Responder
  14. Maria

    Nunca me importei de estar sozinha. No entanto, a partir do meu 10º ano passei a estar mais habituada a estar rodeada de amigos e saídas. No entanto, a partir do segundo ano da faculdade comecei a sentir-me muito só. Embora com muita gente sinto que já não há aquele bocadinho delicioso com as pessoas! Porque de um momento para o outro não tomei as mesmas escolhas que eles todos. Não bebo tanto quanto eles e não fumo, o que faz de mim uma “fora”. Entristece-me muito perder de um momento pro outro todo aquele ambiente maravilhoso. é estranho lidar com a solidao agora. é estranho mesmo.

    Responder
  15. Daniella

    Muito, muito bom!
    Como a Oza disse, eu estava – também – precisando muito ler este post!
    Obrigada :’D

    Responder
  16. Heloisa

    Manu, você é muuuuito abençoada! Obrigada por todas as palavras desse blog, obrigada pela tradução desse lindo poema 🙂

    Responder
    1. Emanuella Maria

      Ah querida, fico muito feliz com suas palavras <3

      Responder
  17. Davison dos Reis

    Eu nunca namorei, sempre senti essa necessidade… Mas estou aprendendo comigo mesmo, com minha reflexão de que tudo tem seu tempo certo e o importante e você provocar a felicidade em ti e ao mundo. Seja paciente, seja feliz, acalme o coração e olhe de outra perspectiva a solidão. A mensagem do vídeo é clara sobre se sentir bem consigo mesmo, estando sozinho. Estou me auto-conhecendo tanto, de forma mais clara e isso é muito bom. Obrigado, por espelhar isto em seu blog. Boas energias para ti!

    Responder
  18. Felipe

    Nossa, parabéns!
    Ssempre fiz muitas coisas sozinho, na maioria por opção mesmo, adoro ir ao cinema sozinho, e até em parque de diversão ja fui sozinho inúmeras vezes e me diverti muito, até por que tinham pessoas na mesma situação que eu e geralmente todos os brinquedos são para no minimo duas pessoas então sempre acaba indo alguém com o mesmo proposito de diversão do seu lado…. acho importante esse momento comigo mesmo, mas a sociedade na maioria das vezes é malvada e não pensa duas vezes antes de te criticar por isso… ultimamente eu estava me sentindo mal por isso, vou ao rock in rio sozinho mas seus textos me colocou de volta no lugar e vai ser muito bom fazer isso, vai ser minha primeira viagem e meu primeiro show sozinho, prometi a mim mesmo que não vou perder mais nenhum show de alguma banda que gosto por que não vou achar nenhum amigo que poderá ir comigo…

    Obrigado 😀

    Responder
  19. Jhessy

    Acho que escolher estar sozinha não escolher a solidão ou qualquer coisa do tipo, é uma decisão pessoal! Nunca parei para reparar se tenho medo de ficar sozinha, sozinha mesmo de fato acho bom quando fico em casa sozinha para poder escutar minhas músicas e cantarolar sozinha no meio da casa mas sei que mais tarde ou em algumas horas ele estará comigo! Acho tão bom ele ao meu lado que seria ruim não estar com ele, talvez seje por isso.
    Amei o texto, ótimo post!

    Responder
  20. Erika

    Muito bom o seu texto! Eu também passo muito tempo sozinha, tive poucos relacionamentos na minha vida, e o último foi uma rasteira daquelas que me deixou sem chão. Então, sou adepta do ditado “antes só do que mal acompanhado”. Também já tive esse pensamento: “ah, mas eu vou sozinha?”, e percebi que não é nada legal deixar de fazer coisas que você gosta ou sempre planejou só por falta de companhia. Viajei sozinha há 2 anos e meio para Londres, fiquei 15 dias por lá fazendo um curso relacionado à minha profissão, conheci pessoas legais no curso, uma delas inclusive tenho contato até hoje! Conheci lugares fascinantes, restaurantes idem, foram 15 dias em que me senti extremamente feliz! Muitos diziam: “nossa, que coragem viajar sozinha pra tão longe”. Não vejo como coragem, vejo como vontade de realizar sonhos que são maiores do que medo ou do que outros vão pensar. Também já fui ao cinema sozinha, e fui a dois shows de bandas que eu amo, sozinha, pois ninguém queria me acompanhar. Não vou perder as coisas que eu gosto por falta de companhia né? Abraços!

    Responder
  21. Ju Camilla

    Esse post foi feito pra mim! Estou passando por uma situação muito difícil!

    Obrigada, Manu!

    Responder
  22. Lígia Timóteo

    Eu já comentei que as melhores mensagens de apoio moral eu só encontro no seu blog? Mesmo sem se dar conta você vem me ajudando há um bom tempo e eu sou muito grata por isso. Obrigada por ser essa fonte que está sempre me incentivando a ser eu mesma, buscando o auto-conhecimento.

    http://valentinassake.blogspot.com.br/

    Responder
  23. Bah

    Adorei esse post! E o vídeo tb. Obrigada por compartilhar.

    Kisu!

    Responder
  24. Viviane Camacho

    Sem sombra de duvida seu blog é o melhor blog feminino que conheço. Até agora não encontrei nenhum melhor.

    Responder
    1. Emanuella Maria

      Obrigada Viviane.
      Fico feliz que gostou do blog!

      Responder
  25. Miguel Ângelo

    Bem …adorei o tema 🙂

    Responder
  26. Luciene Aquino

    por acaso… mas adorei

    Responder
  27. Muito lindo e valioso! Adorei! Bjos!

    Responder
  28. Admirador

    Eu estava precisando ler um texto maravilhoso como este. As vezes esquecemos que somos felizes sós,e precisamos de um empurrãozinho para nos lembrar. O seu texto foi um refrigério. Obrigado.

    Responder
  29. Erick Almeida

    muito bom, ajudou bastante..

    Responder
  30. leonardo

    Gostei bastante das ideias apresentadas mas não achei muito simpático de vossa parte falar como se o mundo fosse feminino e somente elas tivessem esse tipo de episódios na vida.

    Responder
  31. adorei seu texto, todo mundo tem uma solidão dentro de si, basta saber apreciá-la .

    Responder
  32. Sefora

    Tbm estive só por algum tempo,e posso afirmar que é muito bom gostar de vc…Tomar chopp sozinha,observar tudo sem ter pressa,não precisar dar satisfação,ser livre…independente…ser feliz…

    Responder