Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog












Arquivo da seção: me fez pensar

31.03.2014

A VIDA PERFEITA DAS OUTRAS PESSOAS

Há algum tempo a blogueira do blog Vanilla & Lace escreveu o seguinte no Instagram:

“Se alguém olhou para o meu Instagram e pensou que eu devo ter uma vida perfeitamente linda, eu só queria deixar claro o seguinte. Por exemplo: o que esta foto de sábado não mostra é que eu já chorei três vezes hoje, eu ainda estou com roupa da ginástica e sem maquiagem em quase cinco horas, eu discuti com meu marido, passei o dia inteiro limpando a casa e minha cozinha ainda está um desastre, e eu estou tão pra trás no meu trabalho que eu temo até olhar para a minha lista de afazeres. Eu não escrevo isso para reclamar, eu sou realmente muito abençoada, mas só quero ser aberta e dar-lhe uma visão realista do que um dia pode parecer para mim. Eu luto com a comparação e todos nós precisamos de um pequeno lembrete de vez em quando”.

… E aí lendo isso eu me lembro como a internet é estranha, do lado de fora olhando para dentro. Como ela aproxima as pessoas, mas como também as distanciam. Porém, o mais estranho é que temos que esclarecer para as outras pessoas que as nossas vidas não são perfeitas. Sei que pode  parecer difícil de acreditar, principalmente quando somos bombardeados com fotos de festas divertidíssimas, coquetéis coloridos, comidas extravagantes, vestidos bonitos, sapatos maravilhosos, corpos sarados e viagens incríveis. Mas na realidade, se você pensar bem, tenho certeza que não conhece uma única pessoa com uma vida perfeita, então por que é que a internet faz você pensar que essa pessoa existe? Mesmo as celebridades estão indo para a reabilitação, tem problemas amorosos e acordam do lado errado da cama.

Mas o pior é que até existem blogs e contas no instagram para atacar a vida “perfeita” das outras pessoas. Quando nós “odiamos” alguém por ter uma vida perfeita ou um corpo incrível, não é culpa da pessoa por compartilhar imagens inspiradoras, ou um estilo de vida melhor que o seu.

instagram

Eu não vou Instagram ou no meu Facebook publicar minha cara de ressaca no outro dia depois de uma festa, ou quando estou de TPM e a única coisa que quero fazer é deitar e ficar embaixo das cobertas, ou quando minha casa está de cabeça pra baixo e tenho uma pilha de roupa suja pra lavar. Isso não significa que essas coisas não acontecem comigo. Claro que essas coisas acontecem porque eu sou uma pessoa real, e você é uma pessoa real, e assim é toda a gente. Ninguém tem uma vida perfeita. Mas eu acredito em escolhas e eu escolhi olhar para  a vida como algo abençoado e não reclamar daquilo que não tenho ou daquilo que poderia ter sido. Eu trabalho duro todos os dias para encontrar a alegria no meu dia-a-dia, para não discutir por besteira com meu namorado, para controlar minha insegurança, pra evitar minha compulsão por doces, para fazer o melhor no meu trabalho, para aguentar 50 minutos na esteira sem querer desistir…

Mas ser positivo e compartilhar as partes legais da vida não é um motivo para odiar uma pessoa, ou para ter ciúmes da vida dela. A inveja é uma coisa feia e um atalho para o ódio.

Por favor, procurem não olhar o blog, facebook ou instagram de ​​ninguém e compare sua vida com ele. Lembre-se que “a comparação é o ladrão da alegria”. Em vez de escolher a odiar a vida “perfeita” de alguém, por que não transformar essa inveja em inspiração e escolha viver a sua vida do jeito que você quer vivê-la? Em vez de odiar alguém que está vivendo o seu sonho, por que não sair e perseguir esse sonho também? Mas reconheçam que perseguir seus sonhos e buscar a vida que você sempre quis não significa que você não tenha um dia de cão. Todo mundo tem.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

10 Comentários |