wal mart viagra price

Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog















Arquivo da seção: me fez pensar

31.03.2014

A VIDA PERFEITA DAS OUTRAS PESSOAS

Há algum tempo a blogueira do blog Vanilla & Lace escreveu o seguinte no Instagram:

“Se alguém olhou para o meu Instagram e pensou que eu devo ter uma vida perfeitamente linda, eu só queria deixar claro o seguinte. Por exemplo: o que esta foto de sábado não mostra é que eu já chorei três vezes hoje, eu ainda estou com roupa da ginástica e sem maquiagem em quase cinco horas, eu discuti com meu marido, passei o dia inteiro limpando a casa e minha cozinha ainda está um desastre, e eu estou tão pra trás no meu trabalho que eu temo até olhar para a minha lista de afazeres. Eu não escrevo isso para reclamar, eu sou realmente muito abençoada, mas só quero ser aberta e dar-lhe uma visão realista do que um dia pode parecer para mim. Eu luto com a comparação e todos nós precisamos de um pequeno lembrete de vez em quando”.

… E aí lendo isso eu me lembro como a internet é estranha, do lado de fora olhando para dentro. Como ela aproxima as pessoas, mas como também as distanciam. Porém, o mais estranho é que temos que esclarecer para as outras pessoas que as nossas vidas não são perfeitas. Sei que pode  parecer difícil de acreditar, principalmente quando somos bombardeados com fotos de festas divertidíssimas, coquetéis coloridos, comidas extravagantes, vestidos bonitos, sapatos maravilhosos, corpos sarados e viagens incríveis. Mas na realidade, se você pensar bem, tenho certeza que não conhece uma única pessoa com uma vida perfeita, então por que é que a internet faz você pensar que essa pessoa existe? Mesmo as celebridades estão indo para a reabilitação, tem problemas amorosos e acordam do lado errado da cama.

Mas o pior é que até existem blogs e contas no instagram para atacar a vida “perfeita” das outras pessoas. Quando nós “odiamos” alguém por ter uma vida perfeita ou um corpo incrível, não é culpa da pessoa por compartilhar imagens inspiradoras, ou um estilo de vida melhor que o seu.

instagram

Eu não vou Instagram ou no meu Facebook publicar minha cara de ressaca no outro dia depois de uma festa, ou quando estou de TPM e a única coisa que quero fazer é deitar e ficar embaixo das cobertas, ou quando minha casa está de cabeça pra baixo e tenho uma pilha de roupa suja pra lavar. Isso não significa que essas coisas não acontecem comigo. Claro que essas coisas acontecem porque eu sou uma pessoa real, e você é uma pessoa real, e assim é toda a gente. Ninguém tem uma vida perfeita. Mas eu acredito em escolhas e eu escolhi olhar para  a vida como algo abençoado e não reclamar daquilo que não tenho ou daquilo que poderia ter sido. Eu trabalho duro todos os dias para encontrar a alegria no meu dia-a-dia, para não discutir por besteira com meu namorado, para controlar minha insegurança, pra evitar minha compulsão por doces, para fazer o melhor no meu trabalho, para aguentar 50 minutos na esteira sem querer desistir…

Mas ser positivo e compartilhar as partes legais da vida não é um motivo para odiar uma pessoa, ou para ter ciúmes da vida dela. A inveja é uma coisa feia e um atalho para o ódio.

Por favor, procurem não olhar o blog, facebook ou instagram de ​​ninguém e compare sua vida com ele. Lembre-se que “a comparação é o ladrão da alegria”. Em vez de escolher a odiar a vida “perfeita” de alguém, por que não transformar essa inveja em inspiração e escolha viver a sua vida do jeito que você quer vivê-la? Em vez de odiar alguém que está vivendo o seu sonho, por que não sair e perseguir esse sonho também? Mas reconheçam que perseguir seus sonhos e buscar a vida que você sempre quis não significa que você não tenha um dia de cão. Todo mundo tem.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

12 Comentários




 
Veja também:








 

16.03.2014

320617_10150424557684899_8363566_n

“Costumo responder, normalmente, a quem me pergunta a razão das minhas viagens: que sei muito bem daquilo que fujo, e não aquilo que procuro. -” Michel Eyquem de Montaigne

Agora estou de férias no Brasil. Vim passar 15 dias na minha cidade natal. Adoro vir para Fortaleza, rever meus amigos, passar tempo com minha família, comer meus pratos favoritos. Mas confesso que não sinto nenhuma vontade de voltar a morar aqui novamente. Sei que as praias são lindas, o povo é legal, a comida é boa, mas não existe preço que pague a minha liberdade, de poder andar sozinha a noite na rua, ou de ir de bicicleta para o meu trabalho,  de ter transporte público de qualidade, de não ter medo de ser assaltada ou que a minha vida está em constante perigo.

Hoje a vizinha que mora do lado da casa da minha mãe foi assaltada na porta da casa. Não aconteceu nada com ela, só tentaram levar o carro. Só isso… Semana passada minha irmã presenciou um ônibus ser completamente saqueado no trânsito. Vi pelo Facebook que um dos meus melhores amigos foi sequestrado depois que saiu de uma balada e foi deixado de cueca no meio do nada, vi recentemente que um fulano de tal fez um vídeo dando tiros na rua, enquanto estava num carro em movimento em Fortaleza, uma atriz foi ridicularizada porque estava andando de ônibus Rio de Janeiro. Eu não quero essa vida pra mim. Aliás que vida é essa?

Não sei como anda a situação na cidade de vocês, mas em Fortaleza o negócio não tá bem. Todo mundo está reclamando e infeliz com os problemas, principalmente relacionados a violência.

Eu sei que falar mal do Brasil é comprar briga com muita gente. Mas pessoas diferentes tem valores diferentes. Ninguém está errado ou certo, é o que cada um considera importante na sua vida que faz a diferença entre ficar e voltar.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

11 Comentários

Categorias: me fez pensar |



 
Veja também:








 

30.07.2012

Caro leitor,

Tenho estado muito ausente das palavras, não elas de mim. Apesar de ter materializado poucos textos, minha cabeça não pára de tecer metáforas e escrever missivas, descrever paisagens, sonhar acordada. Tenho recebido vários emails, comentários, mensagens via twitter, sinal de fumaça, de leitores pedindo pro blog voltar. Desculpe todo transtorno e a falta de posts aqui no blog… mas estou em obras.

As palavras vão aparecer devagarinho, e os posts vão surgir aos poucos, lembrem-se que temos uma relação de amizade e por isso não deve haver pressa. Venho refletindo muito sobre a felicidade e percebi que tenho sentido a felicidade da forma como eu nunca havia idealizado. Percebo que após tantas perdas, havia me tornado pouco exigente com algumas coisas. E a vida, sábia, não querendo que a minha fé diminuísse me deu coisas tão maiores e melhores do que eu esperava. Nesses últimos meses tiveram tantas mudanças na minha vida, novos recomeços, pessoas saindo, pessoas entrando, o inicio de novos hobbies, o corte de velhos hábitos, lindas viagens…

E eu descobri algo muito difícil de compreender: a felicidade não tira o medo nem a melancolia de ninguém. O medo é uma necessidade de autopreservação e a melancolia pode ser a coisa que mais desenhe poesia num olhar. Descobri que a felicidade é um estado de espírito e isso é uma responsabilidade grande demais minha gente. Pois a felicidade não nos tira os pesadelos nem planta um sorriso eterno no nosso rosto. Ela vem na superação de um desafio, em forma de alívio. Ela respeita nosso livre arbítrio e nossa vontade de me sentir infeliz apesar de. Ela está à disposição de qualquer um que queira vibrar neste estado. A gente é que se afasta dela. Se a gente se apega ao sofrimento, às sobras, às incompletudes e às reclamações, como é possível simplesmente estar feliz e agradecer?

Um dos posts mais procurados e comentados aqui do blog é 50 coisas para fazer quando você esta triste, e percebi com os comentários que ser feliz dá muito trabalho porque você tem que se desvencilhar da tristeza.

Bem o blog vai voltar, esta voltando, mas não esqueçam que essa viagem pra dentro , talvez seja a mais longa, porque eu precisava entender que nada me faltava, eu sempre tive o suficiente de acordo com as minhas escolhas. A felicidade talvez seja só uma escolha…  Pensem nisso!!


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

15 Comentários




 
Veja também:








 

30.03.2012

Hoje é uma sexta-feira linda e resolvi adicionar todos vocês a minha missão secreta:  Missão Sorriso. Aqui de DC estou enviando uma energia super positiva para cada um de vocês atraves de um feixe de luz direto do meu coração (bem estilo ursinhos carinhosos), quero que todos participem comigo nessa missão. A regra é bem simples: pra todo mundo que cruzar hoje o seu caminho e estiver disposto a fazer um contato visual com você (seja criança ou adulto, amigo ou desconhecido), dê um sorriso.  Não importa se vai ser um grande ou pequeno sorriso, o importante é sorrir. E veja o que um simples gesto é capaz de fazer. Combinado?

Feliz sexta-feira!


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

8 Comentários




 
Veja também:








 

14.02.2012

Esse texto não é meu, mas como hoje é Valentine’s day (dia de compartilhar o amor), achei apropriado.

Para meus amigos que estão…SOLTEIROS
O amor é como uma borboleta. Por mais que tente pegá-la, ela fugirá.
Mas quando menos esperar, ela está ali do seu lado.
O amor pode te fazer feliz, mas às vezes também pode te ferir.
Mas o amor será especial apenas quando você tiver o objetivo de se dar somente a um alguém que seja realmente valioso. Por isso, aproveite o tempo livre para escolher .

Para meus amigos…NÃO SOLTEIROS
Amor não é se envolver com a “pessoa perfeita”, aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.

Para meus amigos que gostam de…PAQUERAR
Nunca diga “te amo” se não te interessa.
Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem.
Nunca toque numa vida, se não pretende romper um coração.
Nunca olhe nos olhos de alguém, se não quiser vê-lo derramar em lágrimas por causa de ti.

A COISA MAIS CRUEL QUE ALGUÉM PODE FAZER É PERMITIR QUE ALGUÉM SE APAIXONE POR VOCÊ, QUANDO VOCÊ NÃO PRETENDE FAZER O MESMO.

Para meus amigos…CASADOS.
O amor não te faz dizer “a culpa é”, mas te faz dizer “me perdoe”.
Compreender o outro, tentar sentir a diferença, se colocar no seu lugar.
Diz o ditado que um casal feliz é aquele feito de dois bons perdoadores.
A verdadeira medida de compatibilidade não são os anos que passaram juntos;
mas sim o quanto nesses anos vocês foram bons um para o outro.

Para meus amigos que têm um CORAÇÃO PARTIDO
Um coração assim dura o tempo que você deseje que ele dure, e ele lastimará o tempo que você permitir.
Um coração partido sente saudades, imagina como seria bom, mas não permita que ele chore para sempre.
Permita-se rir e conhecer outros corações.
Aprenda a viver, aprenda a amar as pessoas com solidariedade, aprenda a fazer coisas boas, aprenda a ajudar os outros, aprenda a viver sua própria vida.

A DOR DE UM CORAÇÃO PARTIDO É INEVITÁVEL, MAS O SOFRIMENTO É OPCIONAL!
E LEMBRE-SE: É MELHOR VER ALGUÉM QUE VOCÊ AMA FELIZ COM OUTRA PESSOA, DO QUE VÊ-LA INFELIZ AO SEU LADO.

Para meus amigos que são…INOCENTES.
Ela(e) se apaixonou por ti, e você não teve culpa, é verdade.
Mas pense que poderia ter acontecido com você. Seja sincero, mas não seja duro; não alimente esperanças, mas não seja crítico; você não precisa ser namorado(a), mas pode descobrir que ela(e) é uma ótima pessoa e pode vir a se tornar uma(um) grande amiga(o).

Para meus amigos que tem MEDO DE TERMINAR.
As vezes é duro terminar com alguém, e isso dói em você.
Mas dói muito mais quando alguém rompe contigo, não é verdade?
Mas o amor também dói muito quando ele não sabe o que você sente.
Não engane tal pessoa, não seja grosso(a) e rude esperando que ela(e) adivinhe o que você quer.
Não a (o) force terminar contigo, pois a melhor forma de ser respeitado é respeitando.

Pra terminar …

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata….
Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela…
Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável…
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples…
Um dia percebemos que o comum não nos atrai…
Um dia saberemos que ser classificado como o “bonzinho” não é bom . .
Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você…
Um dia percebemos que somos muito importante para alguém, mas não damos valor a isso…
Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais…
Enfim…

Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para dizer tudo o que tem que ser dito…
O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutar para realizar todas as nossas loucuras…
Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação

Texto de Martha Medeiros


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

6 Comentários




 
Veja também: