wal mart viagra price

Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog











Arquivo da seção: Ideias do final de semana

31.05.2014

OS PEQUENOS PRAZERES DA VIDA

“A felicidade consiste em viver cada dia como se fosse o primeiro dia de sua lua de mel e no último dia de suas férias.” ~ Leo Tolstoy

Quando eu paro pra pensar tenho uma lista épica de pequenos prazeres da minha vida.

Assistir Games of Thrones e Mad Man no domingo a noite. Sorvete de manga na casquinha. Fazer doce de leite caseiro e comer as raspas da panela.  Passar um sábado de pijama lendo meu livro favorito. Tirar um dia de folga na semana e fazer uma fuga da cidade. Dormir até as 10 da manha num sábado. Sentar num bar em Fortaleza e pedir uma cerveja estupidamente gelada. Andar de bicicleta num dia não muito quente e não muito frio. Pão quentinho com uma manteiga derretando. Tomar banho de chuva…

Ahhh, eu encontro tanta alegria fazendo essas coisas, que alguns chamas de pequenos prazeres, outros de “guilt pleasures” prazeres culpados, mas que eu nunca senti nenhuma pontada de remorso.

Aqui nos Estados Unidos, nos 40 dias que antecedem o domingo de páscoa, muita gente deixa de fazer algo que gosta, pra receber algo em troca. O mais comum é relacionado a comida. Muitas pessoas deixam de comer açúcar ou cortam carne vermelha da dieta e só voltam a comer depois da páscoa. Eles chamam isso de lent. Uma vez perguntei a um amigo se ele ia fazer lent e ele respondeu inocentemente “já há tantas negações na vida – por que eu deveria optar por desistir de mais uma outra coisa”, eu ri alto.

Muitas vezes a vida exige – jogo de cintura, trabalho duro, maturidade – e acaba nos negando certas coisas simples. De vez em quando é bom para a alma, perder o controle. A vida é curta e no final de tudo isso, você quer ser capaz de olhar para trás e saber que não só trabalhou duro, mas que você também aproveitou tudo que a vida tinha para oferecer.

Por isso eu aconselho, vá em frente e sacie um pequeno prazer hoje.

Uma dica que dou é criar uma kit de emergência de pequenos prazeres. Arrume um potinho de compota ou uma caixinha e alguns post –its. Escreva em cada papelzinho idéias de pequenos prazeres e coisas que te fazem feliz momentaneamente. Seja criativa e adicione qualquer coisa que vem a cabeça. Exemplo:

Passar óleo perfumado no corpo depois de um banho de beleza | Assistir um filme no computador | Comer uma colherada enorme do seu doce preferido | Andar no quintal de pés descalço | Dar banho no cachorro (juro, tem gente que adora) | Experimentar vários outfits e tirar fotos | Criar listas | Cantar a música do Legião Urbana – Faroeste Caboclo | Cozinhar seu prato favorito | Ligar pra sua avó, tia, amiga que você não fala há séculos| visitar o blog Ambiente Vistoriado.

Depois coloque os post-its dentro da sua caixinha. Guarde-a num lugar seguro. Toda vez que você estiver meio down, pra baixo, ou estressada com algo, sortei um post-it no kit de emergência e sacie um pequeno prazer.

pequenos prazeres da vida

Para inspirar mais: O vídeo “The Pleasure Of” compila de uma forma dinâmica diversas coisas simples que fazem a vida ser tão boa quanto ela é.

Um lindo final de semana para todos!!


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

2 Comentários




 
Veja também:








 

23.05.2014

aprecie as pequanas coisasApreciar as pequenas coisas pode até parecer simples, mas é mais fácil dizer do que fazer.  Apreciação é uma dessas emoções que tendemos a esquecer, pois estamos sempre em movimento, indo de um lugar para o outro, ocupados e raramente parando para realmente apreciar o momento presente e as pequenas coisas da vida que fazem esses momentos tão especiais. É fácil esquecer as pequenas coisas quando temos tantas coisas maiores na nossa frente, mas da mesma forma que às vezes queremos se concentrar em uma imagem grande, e não só nas pequenas coisas, é importante, por vezes, parar pra lembrar e valorizar aqueles pequenos momentos e ser grata por eles.

Outro dia quando estava caminhando para o trabalho, uma música que eu adoro e não ouvia a muito tempo tocou – Keane, ” Eeverybody’s changing”. Normalmente quando estou caminhando para o trabalho, já estou em cima da hora e vou correndo pra não chegar atrasada, não estou focado em nada, apenas em chegar lá. Mas naquele momento, senti uma vontade de apreciar as coisas a minha volta. Diminuí o passo e fui observando a paisagem. Era um dia lindo, a temperatura estava ideal, nem muito quente e nem muito frio, tinha várias flores nos jardins pelo caminho, lembrei das coisas que me fazem feliz e como eu sou abençoada, lembrei de alguns amigos do Brasil e senti uma nostalgia boa.  Cheguei no trabalho sentindo uma paz interior misturada com alegria e todo o resto do meu dia foi maravilhoso.

Pois bem, essa semana eu aconselho você a tirar um dia no final de semana para apreciar as pequenas coisas – se você está andando para algum lugar, tome o seu tempo , olhe ao seu redor e absorve tudo. Talvez até pegue seu celular e tire umas fotos e documente as coisas pequenas que te fazem feliz, e aparentemente sem importância, que você encontrar. Uma flor bonita, uma casa diferente, a imagem bucólica de um parque, pessoas caminhando na rua, o sol batendo nas arvores, as gotas da chuva.

Se puder pegue um pedaço de papel, uma agenda, ou um caderninho e faça uma lista de gratidão para ajudar você a apreciar as pequenas coisas da vida. Você pode incluir na sua lista de gratidão tudo que você é grato e o que torna sua vida mais fácil e mais agradável.

Um lindo final de semana a todos!

aprecie as pequenas coisas do seu dia cafe um mimo da vida como apreciar as pequenas coisas da vida

Imagens via froufrouu


Google


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

2 Comentários




 
Veja também:








 

02.11.2013

pedidos para estrelasQuando foi a última vez que você olhou para o céu e fez um pedido pras estrelas? Pessoalmente, eu não lembro… Mas era algo que fazia muito no passado. Toda vez que eu via a primeira estrela no céu, fechava os olhos e fazia um pedido ao universo.

Eu não sou muito supersticiosa, e sei que fazendo um pedido pras estrelas, não significa necessariamente que vai se realizar, mas é muito bom sonhar de vem em quando.

Sempre que estou fora da cidade, gosto de deitar na grama e olhar as estrelas. É impressionante quando você pensa na quantidade de estrelas que tem por aí, e como pequenas elas parecem pra gente.

Pois esse final de semana eu te dou como sugestão, parar o que é que você esteja fazendo e a noite tire um momento para olhar as estrelas. A primeira que lhe chamar a atenção, faça um pedido pra ela. Algo bom, verdadeiro e de coração… Quem sabe ele se realize.

estrelas< inspiracao

Mais ideias pro final de semana? Veja AQUI

 


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

3 Comentários




 
Veja também:








 

25.10.2013

ideias_final-de-semana- ambiente_vistoriado_hugQual foi a última vez que você deu um abraço de verdade em alguém?  Digo abraço de verdade, porque também existem abraços formais em que mal sentimos o outro. Eu estava pensando nisso, e tirando meu namorado que eu passo o tempo todo agarrando, apertando, não tenho abraçado ninguém novo.

Hoje em dia vivemos numa era em que se tornou lugar comum dizer que não tem tempo e que está na correria. É ou não é verdade? E nessa onda de correria, vamos perdendo também o contato físico e pessoal. Muitas vezes, a gente passa um dia inteiro sem que se tenha tocado alguém.

Nós, seres humanos, precisamos de toque, de carinho, de calor, de aconchego. E o abraço reúne tudo isso num único gesto! Uma das coisas mais gostosas da vida é se sentir um abraço forte, vivo, cheio de sentimento.  O abraço renova as nossas energias e traz novo ânimo quando precisamos daquele ombro amigo. Nesse mundo que anda tão frio com tanta correria e atropelos, em que poucas vezes olhamos nos olhos, um abraço é quase que um manifesto! Um manifesto por uma vida mais humana, mais acolhedora e repleta de sentido.

ideias+do+Final+semana+abracarEntão, esse final de semana, eu desafio você a abraçar alguém de verdade (se possível mais de uma pessoa). Se você é casada, tem namorado e faz isso toda hora então não vale. Tem que ser alguém que você não abraça há algum tempo, ou quem sabe alguém novo. Lembre-se que abraçar é tornar um momento especial, sentir a presença do outro de maneira inteira, acolher e ser acolhido, consagrar o aqui e agora. Talvez as pessoas se surpreendam com o seu gesto, mas tenho certeza que você irá se surpreender mais.

Mais ideias pro final de semana?

Ideias do final de semana {Conheça uma pessoa nova}

Ideias do final de semana {Faca um vidro de recordações}

Ideias do final de semana {Escreva uma carta} 

Fotos 1, Foto 2

Google


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

3 Comentários




 
Veja também:








 

23.08.2013

CONHECA UMA PESSOA NOVAEssa semana no meio do turbilhão de e-mails e pendências depois das férias, resolvi tirar um tempo para mim e fui almoçar em um dos meus restaurantes preferidos. Lá é meio que fast-food, você entra na fila, faz o pedido, fica aguardando alguns minutos e depois vai comer em algum lugar. O diferencial é que a comida é orgânica, eles fazem o pão e a massa e lá tudo é super nutritivo e delicioso. O único problema é que fica há uns 20 min do meu trabalho. Eu adoro almoçar com meu amigos de trabalho, mas ás vezes gosto de comer sozinha. Então nesses dias, gosto de andar um pouco mais, relaxar, não pensar em nada relacionado a trabalho, curtir o tempo comigo mesma. E nessas horas sempre vou lá. Mas dessa vez foi diferente.

Enquanto estava na fila esperando pra ser atendida a pessoa que estava do meu lado disse que minha bolsa estava aberta. Minha reação inicial foi dizer obrigada e voltar para o meu celular, onde eu estava olhando os e-mails. Mas a pessoa parecia tão amigável e interessante, que quando vi que a sua ordem chegou perguntei o que era, pois parecia delicioso. Ela me disse e eu pedi a mesma coisa e então ela perguntou se eu queria acompanha-la. Eu não tinha grandes planos, então eu sentei com ela numa mesinha. Nos próximos 30 minutos tivemos uma conversa super light e agradável. Ela me contou que tinha mudado pra DC por causa de um ex namorado, mas depois as coisas desandaram e ele foi embora, mas ela ficou. Falou que estava aprendendo espanhol e que adoraria conhecer o Brasil e ainda descobrimos que moramos há 4 blocos uma da outra. Acabamos trocando telefones e quem sabe vamos marcar algo num futuro próximo, talvez um happy hour. Para mim foi uma agradável pausa da solidão, e quando saí do café eu tinha um sorriso no meu rosto e me senti muito bem. Não sei se a gente vai virar amigas, ou se vou vê-la novamente, mas interagir com uma outra pessoa que não faz parte do nosso ciclo de amizade, é sempre um desafio e as vezes a vida pode nos aprontar uma grande surpresa.

Não quero esticar as coisas aqui, mas só pra ilustrar um pouco mais meu ponto de vista. Há um pouco mais de um ano fui visitar uma amiga para a comemoração do feriado de 4 julho. Marcamos um churrasco e no caminho meio que me perdi. Era a primeira vez que estava indo pra sua casa de ônibus e fiquei na dúvida onde descer e acabei descendo no ponto errado. Bem, no caminho, no calor de 40C vi um rapaz correndo na minha direção. Na verdade, ele estava fazendo exercício. Pois bem, como ele era a única pessoa na rua eu comecei a acenar e o parei pra pedir uma informação. Ele deve ter achado que eu era meio louca, mas me ajudou e foi bem simpático. Claro que eu poderia ter apenas dito obrigada e seguido meu caminho, mas resolvi continuar um pouco a conversa e acabamos conversando por uns minutos (no meio da rua, num sol de rachar o quengo). E no final, naquela hora de se despedir que surge aquele silencio absiluto, eu perguntei se ele queria meu numero e quem sabe poderíamos marcar algo depois (oferecida??? hahahaha Pior que foi assim mesmo, na cara dura). Mas resumindo a historia, ele pegou meu numero, me passou o dele e nos encontramos depois. E assim começou. Hoje estamos juntos, namorando e ele acabou de voltar do Brasil comigo. A vida é cheia de surpresas, mas a gente precisa dar chance a ela.

Então, esse final de semana, eu desafio você a fazer o mesmo – conhecer alguém novo, e deixá-lo em seu mundo (e vice-versa), mesmo que seja só por um tempinho. É refrescante – e pode até mudar a sua perspectiva sobre uma coisa ou duas.

IDEAS DE FINAL DE SEMANAP.S.: Depois vem aqui e me conta como foi..


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

11 Comentários




 
Veja também: