wal mart viagra price

Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog















Arquivo da seção: faça você mesmo – DIY

06.05.2012

Coisa mais gostosa é entrar numa cozinha linda não é? Mas na verdade não precisa de muito luxo não. Com criatividade você pode deixar a cozinha cheia de charme e com um toque bem pessoal. Como está chegando o dia das mães, achei esse DIY super apropriado. Um toque lindo para casa, para quem gosta de cozinhar, para quem gosta de coisas personalizadas e especias: um organizador para os temperos.

Super facinho de fazer, você só vai precisar de potinhos reciclados, algumas etiquetas com nome dos temperos e um ímã para colar na tampinha ou no fundo do vidro. Você colocar os temperos num lugar bem visível, na geladeira, na porta do armário(se for de metal) ou adaptar uma placa de metal proximo ao fogão. Legal, não é?

Segue a lista de alguns temperos pra você começar a sua coleção:

#Açafrão: empresta sua cor vibrante para o arroz, sopas, saladas e pães. Tem um perfume especial.

#Alecrim: o rei do perfume, seu aroma combina bem com massas.

#Canela: aproxima pessoas e saboriza compotas, marinados, picles, ensopados, bolos, pães, biscoitos e doces caseiros.

#Colorífico ou Colorau

#Cominho: para molhos, cremes, legumes, ovos, sopas e pães. É essencial no curry.

#Cravo: sabor doce, pungente, quase quente. Harmoniza-e com arroz doce, pão de mel, pudins, compotas de frutas e pratos asiáticos, especialmente indianos.

#Curry: feito com uma combinação de 65 tipos de especiarias diferentes. Uso: culinária indiana, arroz

#Grãos de mostarda: conservas, pães, assados, picles e marinados (em grão) e maionese. Fica uma delícia acompanhando batatas cozidas.

#Gengibre: muito bom como acompanhamento, picles, molhos, doces, bolos, pães, saladas.

#Louro: combina com sopas, feijão, cozidos, peixe em geral e terrines. Uma folha basta para aromatizar o prato.

#Noz-moscada: doces, molhos e massas ganham encanto com a noz moscada. Deve ser ralada somente na hora do uso e necessita de pequena quantidade para oferecer seu aroma delicado. Não existe molho branco sem uma pitadinha de noz moscada

#Orégano: sem ele a pizza não tem sabor. É companheiro perfeito do tomate, do pimentão, da berinjela, da abobrinha e das massas.

#Páprica: utilizada no lugar da pimenta seca, dá um ar picante ao prato.

#Pimenta (diversos tipos)

#Salsa desidratada: além de decorativa acrescenta cor e sabor às omeletes, saladas, molhos, purês de batatas, patês e sopas.

#Tomilho: apreciado nas cozinhas européias, enriquece sopas, molhos de tomate, legumes em geral e terrine.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

8 Comentários




 
Veja também:








 

26.03.2012

Essa é minha inspiração do dia, um lindo sweater customizado. Adorei a combinação do tom de cinza com amarelo e parece que esse DIY é muito fácil de fazer. Você só vai precisar de velho sweater, uma tesoura e umas tiras de viscose. Tutorial completo via the forge style


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

3 Comentários

Categorias: faça você mesmo - DIY | Tags:



 
Veja também:








 

05.03.2012

Entrando nessa onda bem ecológica o DIY de hoje é com garrafa pet. Separeis algumas idéias bacanas e fáceis para dividir com vocês.

Mas de todas as idéias a que vou por em prática imediatamente é a hortinha com as garrafas de plásticos. A ideia é reaproveitar o material que iria para o lixo para cultivar suas próprias hortaliças.  Além disso, a horta caseira é decorativa e deixar um aroma agradável no ambiente. Segue vídeo bem explicativo, ensinando a fazer a horta com a garrfa pet.

Lembrando que a  entre as várias vantagens da reciclágem estão a redução do volume de lixo nos aterros sanitários e melhoria nos processos de decomposição de matérias orgânicas nos mesmos. O PET acaba por prejudicar a decomposição pois impermeabiliza certas camadas de lixo, não deixando circularem gases e líquido. Além disso é muito difícil a sua degradação em aterros sanitários e uma garrafa PET pode demorar 400 anos pra se decompor.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

5 Comentários




 
Veja também:








 

20.02.2012

Que tal renovar?  Que tal transformar gavetas antigas em prateleiras? Mais um DIY super criativa, barato e simples. Adorei a idéia de colocar papel de presente no fundo para dar uma cor a mais.


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

3 Comentários




 
Veja também:








 

14.02.2012

Hoje é Valentine’s Day!!! Nada melhor do que dividir o amor com as pessoas que você gosta e pra isso, usar um cartão feito por você é o melhor começo. Achei esse modelo no Etsy, mas é super fácil de fazer em casa. Linha, agulha, papel e mãos a obras. Lindo, não é?


Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

2 Comentários




 
Veja também: