Assumir o controle de nossas vidas depende apenas de nós

como assumir o controle da sua vida

“Você não pode escolher como o seu dia termina, mas pode decidir como ele começa. E isso muda tudo”. Li essa frase esta semana e além de ser muito inspiradora, traz uma reflexão interessante a respeito do poder que temos de como assumir o controle da nossa vida.

Olhando com mais atenção, podemos entender que nem todas as coisas estão sob nosso controle – e querer exercer controle sobre absolutamente tudo é o caminho mais curto para neuroses e insatisfações. No entanto, há coisas que podemos definir e é exatamente nelas que devemos focar para tomar as rédeas de nossas vidas.

Repare que o limite entre autonomia e obsessão por controle é muito tênue. Como, então, ter uma postura ativa sobre nossas próprias vidas sem ficarmos frustrados ou exaustos?

Respira fundo, pega teu chazinho favorito e vem descobri comigo. =)

Definição de prioridades

Sabemos bem que há coisas que não podem ser controladas. Mas quais são aquelas que fazemos questão total de que saiam do nosso jeito? Pode ser a carreira, a vida sentimental, as amizades, um hobby e etc. Quando você decide o que é imprescindível na sua vida, passa a voltar mais atenção para essa área. E é aí que tudo acontece.

Ao definirmos nossas prioridades, paramos de aceitar as coisas como elas são e nos dispomos a deixá-las como nós queremos, promovendo a verdadeira mudança.

Então pegue papel e caneta e faça uma listinha das áreas mais importantes da sua vida.

Dê uma mãozinha ao Universo

Quem acompanha o Ambiente Vistoriado sabe que eu acredito muito na cooperação do Universo em nossos objetivos. No post, quando sabemos a pergunta certa o universo te dá uma resposta, falo um pouquinho mais sobre intuição e respostas que a vida nos dá. Mas sabe o que ajuda muito quando o assunto é essa mãozinha extra? Ter foco!

Quando você dedica atenção, tempo e, sobretudo, volta seus pensamentos ao que lhe é especial, está emitindo energia ao Universo sobre esse assunto e, pode acreditar, coisas incríveis acontecem nesse processo.

shutterstock_190989551

Concentre-se nos pequenos momentos positivos

O pensamento positivo nos ajuda a ter uma vida bem sucedida e aumentar o controle sobre a nossa vida. É claro que existem situações negativas, mas uma atitude positiva nos ajuda a ver o lado bom da vida e agradecer por tudo o que temos. Isso não é negar o que está acontecendo, mas encontrar um impulso para avançar seguindo seu próprio ritmo.

De acordo com Rick Hanson, neuropsicólogo e autor do livro Cérebro de Buda, O: Neurociência Prática para a Felicidade, os nossos cérebros são programados para encontrar tudo que é ruim – como se fosse um velcro para as experiências negativas e um teflon para as positivas. Esse “viés negativo” faz com que o cérebro reaja intensamente às notícias ruins, comparado com a forma em que reage às notícias positivas.

Mas nós podemos compensar o viés negativo do nosso cérebro – que nos motiva a formar mais memórias ruins do que boas – apreciando e voltando o nosso foco para aqueles pequenos momentos positivos que vivenciamos. Por isso é tão importante a prática da gratidão na nossa vida. E me aprofundei mais sobre esse assunto numa aula online onde falei como A gratidão e a mentalização positiva pode transformar a nossa vida.

Mude o filtro que você enxerga a sua vida

Por mais que a gente coloque a culpa em fatores externos, nós somos responsáveis pelas consequências de tudo o que sentimos, pensamos, vibramos e criamos.

Às vezes pode ser difícil aceitar que uma ação desencadeou tal consequência, mas é inegável que a consequência vem, ou com dor ou com alegria. Nós temos o domínio total da realidade que criamos. Mesmo que ela não seja exatamente o que você idealiza, é exatamente o que você criou com o seu poder mental, com a sua vibração. Essa é a matrix que você se envolveu e que hoje determina a sua realidade.

É preciso analisar se você gosta ou não da forma como a sua vida está manifesta hoje.

Se as consequências da sua criação estão boas, continue! Mas se não gostar, é preciso encontrar o que está causando essa consequência que você experiencia.

Pergunte-se onde você se encontra hoje: como vítima ou responsável?

É muito fácil assumir uma postura de vítima e colocar a culpa no universo, no trabalho, nos outros, ou nas circunstâncias. Porque aí estamos “helpless” e nada pode ser feito.

Mas quando você muda esse filtro e deixa de ser vítima e se coloca como responsável pela sua vida e seus resultados, você pode criar sua realidade e re-defini os resultados. Assim você assume o controle da sua vida.

Acredite em você

Esse é, sem dúvidas, um dos tópicos mais importantes sobre o assunto. Para ter o controle da situação, você precisa, antes de qualquer outra coisa, sentir-se capaz de tomar as rédeas de sua vida e ir firme em direção aos seus objetivos. E isso está diretamente ligado à sua autoestima.

Se ela anda em baixa, aqui vão algumas dicas para mudar esse quadro:

1- Faça uma lista de vitórias, com todas as coisas que você já conquistou até aqui. Pode ser desde grandes realizações até itens menores, mas não menos significativos, como ser uma excelente amiga ou fazer um prato especial como ninguém. Já reparou como a nossa tendência é super valorizar os erros e subestimar os acertos?

Repare: você pode não achar grande coisa a sua habilidade de arrumar um guarda-roupa, mas acha uma enorme tragédia ser ruim em matemática, por exemplo. Quando passamos a voltar mais atenção às coisas incríveis que fazemos ao invés de ficarmos presos àquilo que não conseguimos fazer, damos vários passos em direção ao amor próprio.

2- Se pergunte o que você precisa fazer para ter o controle sobre determinada área da sua vida (lembra da listinha do início do post?) e corra atrás do que for preciso. Se você deseja ter o controle sobre sua carreira, por exemplo, certifique-se de ir atrás de cursos de qualificação e todo conhecimento necessário para isso. Saber que você tem todas as ferramentas à mão também ajuda a acalmar a ansiedade.

DÊ O PRIMEIRO PASSO

Sabe qual o melhor dia para começar a assumir o controle sobre sua vida e deixar de ter uma postura passiva diante dos acontecimentos? Hoje. Lembre-se: Você não precisa correr. Só não pode ficar parado.

Aumentar nossa autoestima é um trabalho constante e um ato revolucionário em tempos que estamos cercados por todos os lados de estímulos que dizem que não somos bons o suficiente.

Escolha assumir o controle de sua vida e de você mesmo e comece a trabalhar isso o quanto antes. Um passo de cada vez, mas sem parar nunca. E para te ajudar nessa jornada, baixe o meu ebook gratuito  A arte de autoconhecer – 6 Perguntas Poderosas que mudarão sua vida. 

E como me importo com a sua opinião, quero saber se você tem alguma dica extra sobre como assumir o controle da sua vida para compartilhar comigo ou se gostou do artigo de hoje.

Não esqueça de deixar seu comentário abaixo!

Gostou desse post?  Então compartilhe esse artigo com seus amigos e vamos juntos mudar o mundo para melhor, uma pessoa de cada vez.

Foto 1, Foto 2, Foto 3 por Shutterstock 

Deixe um comentário!

7 comentários

  1. Caetano

    Gostei muto do seu post, pois acredito que muitos estão a procura de encontrar o caminho que os leve a felicidade, porém, infelizmente a sociedade de modo geral está deixando que outros assumam o controle de suas vidas. É como uma grande nave que somente um seleto grupo pode pilotar.
    Parabéns

    Responder
  2. alex

    Adorei! Você também concorda então com o q o livro “o segredo” diz?

    Responder
    1. Emanuella Maria

      Oi Alex, eu concordo que a nossa energia flui pra onde a atenção vai. Se você foca no negativo, nada vai pra frente. Mas se você foca no positivo, sabe que vai dar certo.

      Responder
  3. Catiane

    Oi Manu, sou muito grata por tudo que vc posta sempre deixa algo de valor para refletir, confesso que desde que comecei a seguir vc minha vida mudou, mim sinto mais plena e. Realizada nos dias de hoje, tenho mais clareza em tudo, mim libertei de muitas crenças que mim aprisionava. OBRIGADO por tudo.

    Responder
  4. Tatiane

    Otimo artigo muito importante !

    Responder
  5. luis

    Confesso que desde que comecei a seguir vc minha vida mudou

    Responder
  6. Jessica

    É como uma grande nave que somente um seleto grupo pode pilotar.
    Parabéns

    Responder