Sou Emanuella Maria (Manu), uma romântica inconsolável que adora coisas vintage e viajar. Há 7 anos moro na capital americana, Washington DC e neste espaço divido um pouco da vida no estrangeiro e o que me inspira no dia-a-dia. Falo das coisas que faço, do que gosto e o que me faz feliz.

Buscar no blog












18.07.2011

Você quer se apaixonar por você mesmo, verdadeiramente, loucamente, profundamente? 

 Um dos mandamentos diz: “Ame ao próximo como você ama a si mesmo”. Eu não sou uma pessoa religiosa, mas acredito que a gente só vive feliz e em harmonia, se aprende a conviver e amar os outros e claro, amando a nós mesmo. Mas como aplicar esse mandamento  na nossa vida e amar ao próximo, se muitas vezes a gente não consegue amar a si mesmo?

Nao é facil, eu sei. Todos nós vivemos altos e baixos e muitas vezes os baixos nos impede de nos amar da forma que realmente merecemos. Eu também tive que aprender a me amar e me aceitar e me vêr da forma que me vejo hoje. No final de 2007, eu já estava morando aqui nos Estados Unidos e vivi uma fase muito difícil da minha vida.  Eu não sabia como amar a mim mesma, e eu não achava que eu merecia me amar também. Eu me sentia sozinha, meus amigos e minha familia estavam no Brasil, estava fragilizada pois meu ex namorado foi morar na Bolivia, estava me sentido feia, triste,  fora de lugar.

É um mal-estar que só aumenta. Um sentimento de desesperança. Apatia. Sem saber o que fazer em seguida. Queria sair de DC, mas não queria voltar pro Brasil. Tinha vontade de mudar minha vida, mas não tinha nem idéia de como fazer isso. Era como se todas as inseguranças estivessem ditando a minha vida. É muito difícil pensar que você não tem opções. Querendo amar a si mesmo, mas se sentindo como se nao valesse a pena…

Mas um dia tudo mudou. Na verdade, EU MUDEI. Tudo que você precisa para começar, é fazer a decisão de mudar. Eu  fiz isso, e comecei a aprender a desmontar o meu padrão de pensamentos negativos e a examinar as coisas que estavam me segurando. Essas idéias simples me ajudaram a reformular toda a minha vida! As mudanças que eu passei foram enormes – tenho certeza que a Manu do final de 2007, jamais iria imaginar que eu estivesse fazendo ou tivesse conquistado todas as coisas que tenho e faço hoje!

Eu sempre recebo e-mails e comentários de  meninas & meninos incríveis que estão começando a sua jornada de auto-amor, alguns  já deram um primeiro passo, mas outros ainda não sabem por onde começar. Eu não sou fada madrinha e nem tenho respostas para tudo mas eu convido vocês para mudar de vida e começar a se amar agora!!!!! Eu fiz isso e mudei, hoje sou mais feliz, hoje a vida flui mais fácil e tenho certeza que vocês vão conseguir também.

♡ Faça as pazes com sua mente. Faça as pazes com você mesmo. Pare de se criticar. Pare de se diminuir. Valorize-se. Perdoe a todos e principalmente se perdoe. Se você errou no passado, aceite seu erro e encare como um aprendizado. Não é difícil se amar, mas envolve uma mudança de atitude na maneira em que você se observa, se respeita e se admira.

“… Quando você se torna mais alerta, você começa a criar asas – então todo o céu lhe pertence”. (Buddha)

♡ Aprenda a se apaixonar por você mesmo! É hora de comecar um romance com você mesmo! Aprenda a se cuidar, invista em você, faça coisas que você gosta. Tire um dia para ser seu dia de princesa, use aqueles cremes maravilhosos que você tem guardado há séculos e nunca usa. Faça uma hidratação no cabelo, faça aquele corte que você sempre quis fazer, cuide das suas mãos e dos seus pés. Troque aquele esmalte velho, sem brilho e descascando por uma cor vibrante que te faça sorrir. Escute as músicas que te colocam pra cima. Se puduer vá ao cinema, deite no parque ou relaxe na praia com um bom livro, vá naquele show que você esta planejando há algum tempo.

♡ Faca listas com as razões porque você se ama e das coisas que você gosta em você. Tente vêr suas qualidades, seu lado positivo. Muitas vezes a gente não consegue enxergar o belo em nós mesmo. Seja a sua melhor amiga e tente ver você com outros olhos.

♡ Se aproxime de outras pessoas. Quando não conversamos com as pessoas sobre como estamos nos sentindo, ou não tem ninguém para trocar idéias, fica mais fácil sentir-se perdido e confuso. Lembre-se que o mundo é do que essa bolha que você vive. Mesmo que voce não seja boa com amizades na vida real, que tal se aproximar de pessoas virtualmente? Escreve um blog, participe de fórum de discussões, troque livros em comunidades online, entre em chats, se cadastre em site de paqueras ou curso de língua online.

♡ Abrace o desconhecido. Lembre-se que nem tudo precisa ser planejado nos mínimos detalhes! Mistério é maravilhoso e revigorante. É o gosto da vida. Quando eu mudei pra DC resolvi viver cada dia e as coisas foram acontecendo.

♡ Faça aquela geral no seu guarda-roupa. Além de se livrar do lixo antigo e de toda tralha, dar uma geral no guarda roupa é terapêutico, porque ao mesmo tempo, você está abrindo espaço na sua vida para coisas novas e melhores.  Não têm dinheiro pra comprar roupas novas?  Tudo bem!! Que tal visitar um brechó e achar coisas vintage maravilhosas, que ninguém tem igual? Ou melhor, visite o guarda-roupa da sua avó.

♡ Vista-se com cores alegres. Assim como o tempo pode afetar o nosso humor, as cores também.

♡ Faça um “pequeno” esforço todos os dias. Sua definição de “esforço” poderia ser: usar um brinco diferente, tentar um arranjo de flor na cabeça, meias coloridas, pintar a unha do pé de azul, ouvir um tipo de música que não esta acostumado, fazer um voluntário, começar um esporte novo, caminhar todo dia no final do dia, deixar o elevador de lado e subir de escada, ou mesmo tirar um tempinho para sentar com um livro todas as noites antes de dormir. Basta escolher algo que você sabe que vai fazer você se sentir bem, e, em seguida, faça-o.

♡ Pare de ter auto-piedade. Só você tem o poder de mudar a sua vida. Viver se martirizando e pensando no “SE” não vai levar você a lugar nenhum. Mesmo que sua realidade hoje não seja extamente do jeito que você sonhou, não significa que vai ser assim para sempre.  A estrada pode parecer longa. Esqueça o caminho. Dê um passo agora.

♡ Reconheça que você constrói a sua vida.
Então por que não torná-la bela,  mágica, maravilhosa, especial e estranha?

Eu digo, é hora de ter um romance com você mesmo. É hora de fazer uma revolução pessoal. Você merece se encantar! Se amar! Porque se não for agora, vai ser quando? Se ocupe hoje adorando a você mesmo!

Estou muito feliz em anunciar que a partir de agora, além de seu conteúdo regular, eu vou tentar passar mais dicas de como amar a si mesmo. Temas que vão variar entre relacionamento, imagem corporal, ciúme, honrar e respeitar a si mesmo,  auto-estima, assumir os cabelos cacheados, casamento! Por isso salvem o blog no seus favoritos e acompanhe no twitter @emanuellamaria

Mas eu vou distribuir uma lição de casa para vocês também (embora seja totalmente opcional, é claro!)  Eu vou estar pedindo para  você participar do blog também, enviando fotos, histórias e espalhar a palavra por aí!
Tenho várias idéias na minha cabeça, mas para deixar tudo mais útil, eu quero saber o que você realmente gostaria de ouvir! O que você lutou (ou luta) na sua busca de auto-amor?

Se você gostou deste artigo, por favor, deixe um comentário e passe para os outros.
Não deixe de compartilhá-lo no Facebook, RT no twitter.
Siga-nos no facebook twitter.
Inscreva-se para receber as atualizações por email.


Gostou? Compartilhe:

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest

14 Comentários














14 Comentários em ““Amar a si mesmo” – primeiro mandamento para uma vida feliz.”

Kelly Pinheiro
18/07/2011 ás 18:57

Manu,

É imprescionante como os teus textos me ajudam, amo entrar aqui e dar de cara com textos lindos e com fatos que realmente estão acontecendo comigo. Você sempre diz aqui tudo que eu gostaria de dizer pra mim mesma. Parabéns e já estou com isto em mente, agora, já, nesse instante vou procurar olhar mais pra mim e me amar cada vez mais, pois eu mereço.

Bjs com carinho
Kelly Pinheiro
@BlogChicFT

[Reply]


Paula Fliess
18/07/2011 ás 19:27

Maaanu, que txt lindo. Lindo e profundo. Diz o que muita gente está precisando ler.
Muito lindo mesmo
Ah, e, super legal a ideia do ‘dever de casa’

[Reply]


Jenny Alves
18/07/2011 ás 22:47

Já falei no twitter que amo esse blog!

sempre venho ver se tem post novo, e mesmo se não tiver eu leio e releio os posts!

Seu blog sempre me ajuda e me inspira! Nunca apague esse blog… tenho certeza que ele vai me ajudar por um bom tempo ainda, rs.

Ah! Não vejo a hora de ver os posts sobre assumir o cabelo cacheado. Estou na luta =)

Beijos. Parabéns e Obrigada. ;*

[Reply]


Babee
18/07/2011 ás 23:24

Adorei seu post e sua experiência, Manu, quando estamos bem com nós mesmos, tudo flui melhor, parece que as coisas dão mais certo e as pessoas se aproximam mais por se sentirem bem em ter alguém com essa energia positiva por perto, eu acredito nisso, sabe? Quando desanimamos, parece que tudo fica sem graça, fica bagunçado…
Acho digno espalhar essa idéia, o mundo precisa mesmo de mais amor próprio, pois como você falou, quem se ama e se aceita, tem mais facilidade em amar o próximo :)

[Reply]


Fernanda
19/07/2011 ás 08:30

Que lindo o post! Certeza que é isso que muitas pessoas precisam ouvir, inclusive eu! rs
Amei amei amei! Haha Li tudo com atenção! Quero seguir tudo!
Obrigada por ter escrito isso! *-*
Beijos

[Reply]


Danielle
19/07/2011 ás 08:51

Acho que cheguei aqui no dia certo. Obrigada pela inspiração.

[Reply]


Camila
19/07/2011 ás 10:18

É tão difícil admitir que somos donos da nossa vida. Acho que no fundo a maioria das pessoas tem uma pontinha de esperança que alguém vá ajudar a nos sentirmos melhor, sem saber que esse passo deve vir de nós mesmas e não de terceiros.

Reconhecer que precisa mudar e fazer algo a respeito é a decisão mais corajosa que uma pessoa pode tomar. Confesso que ainda estou avaliando minhas opções, o que não tem sido tarefa fácil.

Acho que o maior desafio no auto-amor é encontrar harmonia entre aquilo que você quer ser e o que a sociedade impõe, no caso de escolhas profissionais, estilo de vida ou amor. Então fica essa sendo minha sugestão para um próximo post =]

Abraços.
Camila

[Reply]


Vanja Nogueira
20/07/2011 ás 16:25

Isso tudo é tão maravilhoso quanto difícil.
É tipo uma religião que você pratica, sabe, ter fé em você mesmo. Acreditar que, mesmo de formas “não convencionais” você pode resolver tudo.
Não existe mal que te supere, nem medo que te ate os braços, “só você tem o poder de mudar a sua vida” .
Depositar as esperanças que nos resta em alguém do futuro é maltratar o próprio coração que não aguenta mais esperar.
Olha Manu, eu to tentando isso todos os dias da minha vida. E sei que perto da dor de muitos, o meu problema é muito pequeno. Mas eu respeito a minha dor, eu abraço ela. E você tem me ensinado muito.
Muito obrigada de coração pelas palavras amigas que vem dar paz e esperança pra tantas meninas.

Um beijo e um abraço apertado flor.

[Reply]


Nanda
20/07/2011 ás 19:06

Que texto lindo!
Dei de cara com seu texto num momento em que tô me questionando bastante..e só de lê-lo, me fez me sentir mais calma
Obrigada!
Já passei por esse momento em que a gente se sente impotente..sem forças, sem o que (e quem) contar..e agradeço a Deus por tá tendo forças para me mudar e mudar coisas com as quais não tava feliz aos poucos..
Hoje, tô aprendendo a lidar com meus sentimentos, com as minhas frustrações, ambições..com a minha nova eu..mas não vou mentir que às vezes não bate um receio..
Posso dizer que ainda tô no processo, mas espero um dia poder estar assim como você, dando conselhos legais pras pessoas e sendo um potencial, uma luz pra si mesma

[Reply]


Moni
22/07/2011 ás 18:34

tudo bem que hoje em dia é vergonhoso ao extremo dizer que lê auto-ajuda (não que eu realmente ligue pra o que os outros pensam, mas que é, é…), só que os seus textos são fantásticos! Me inspiram pra caramba! :D E mais: adorei essa nova categoria, estou no aguardo ~ beijos e brigada :)

[Reply]


Deysiane
22/07/2011 ás 20:51

Eu tenho auto-estima baixa, mas ultimamente estou começando a me auto-analisar, sabe?
pessoas dizem que é coisa de adolescente, mas, quero mudar isso agora, e nao daqui alguns anos, simplesmente ficarei pior. Pois, quando estamos bem com nós mesmas, nos sentimos melhores, mais alegres, e (claro) mais confiante, e é óbvio, que vai melhorar tanto no trabalho como no dia a dia.
Mas enfim, seu post é maravilhoso, com certeza vai ajudar muitas pessoas. E ficarei atenta, pois eu gosto muito de ler coisas assim sabe? sobre auto-ajuda.
Beeijos, fica com Deus! *-*

[Reply]


Luana
24/07/2011 ás 17:31

Que fofa você é, Manu! Esse post é TUDO o que estou precisando. Dá vontade de imprimir e levar pra todo canto, viu? Pois super apoio essa idéia de posts para nos orientar nessa busca do auto-amor, que é o que procuro há tempos. Você e seu blog vão ser minha bússola, sério.

Beijos de coração, linda ;**

[Reply]


Emanuela
25/07/2011 ás 13:59

Oi, Manu! =)
Descobri seu blog há mais ou menos dois dias, e estou a-man-do!!! Sério mesmo. A forma sensível e honesta como vc escreve, e como nos conta de vc, da sua vida, suas experiências, como vc compartilha com os leitores td isso, me cativaram. Esse post sobre amar a si mesmo, então… parece que vc leu meus pensamentos! Ganhou mais uma nova leitora cativa e fiel. Parabéns e muito sucesso!!!
P.S.: E além de tudo, vc é minha xará: tbm sou Manu e como vc, sou nordestina, só que moro há uma vida no Rio… Mas amo o Nordeste de paixão! Ô terra boa, não?!

[Reply]


Tatiana Maslova
29/07/2011 ás 11:48

Adorei!Muito obrigada por ter escrito o texto,me ajudou muito.
Maravilhoso!
beijos

[Reply]