5 Perguntas poderosas que vão instigar novas conversas

5 perguntas poderosas

Pessoas são mundos. Ajudá-las, nem que seja um pouquinho, é fazer do mundo um lugar mais saudável.

Às vezes, acreditamos que é preciso realizar grandes projetos para transformar alguma coisa, mas a verdade é que às oportunidades que surgem para fazermos pequenas coisas são muito maiores e podem ser igualmente importantes. Uma boa forma de fazermos a diferença é começando pelas pessoas que conhecemos.

Certamente, estamos cercados de muita gente que precisa de algo, podendo ser desde um conselho ou um ombro amigo.

E muitas vezes achamos que precisamos dar a nossa opinião sobre um certo acontecimento ou situação para ajudar alguém. Mas esquecemos que na maioria das vezes a nossa opinião vem carregada com julgamentos e ideias pré estabelecidas.

No meu trabalho como Coach de Autoestima e Superação, muito do processo de autodescobrimento acontece através das perguntas poderosas. Pensando nisso, separei abaixo algumas perguntas que podem trazer novas possibilidades para as suas conversas. Elas irão impactar não só o dia a dia daqueles que cruzam o seu caminho, mas principalmente o seu. Comece hoje! =)

1 – O que aconteceu?

Muitas vezes, tudo de que precisamos quando estamos com algum problema é de alguém que nos ouça. Dá a oportunidade pra alguém contar o que está realmente acontecendo naquele momento e ser presente aos sentimentos, fatos e emoções do outro, sem julgamentos pode ser impactante na vida de alguém.  

2 – Qual é o efeito disto na sua vida?

Há momentos na vida em que estamos tão imersos em algo que quase não percebemos essa imersão. Isso se aplica a muitas situações, como um relacionamento abusivo, um trabalho que nos deixa infelizes ou até um hábito simples que cultivamos há tempos, como roer unha ou fumar. Quando uma pessoa próxima de nós, mas que consegue enxergar a situação de um ponto de vista diferente, quando perguntamos sobre os efeitos disso, damos a oportunidade para o outro de parar e refletir sobre essa questão. Propiciar essa chance de descoberta para alguém é algo realmente fantástico!

3 – Qual a grande lição que você pode extrair deste acontecimento?

Não tem jeito: circunstâncias acontecem e isso foge ao nosso controle – por mais que ninguém goste de admitir isso. Quando uma pessoa está passando por algo irremediável, uma das melhores (e únicas) coisas que podemos fazer é pensar nas lições que podemos tirar dessas circunstâncias.

Apesar de parecer um consolo muito simples, ajudar alguém a enxergar uma lição para um momento difícil é uma forma poderosa de fazê-la manter a sanidade e a esperança, vivendo um dia de cada vez e pensando que coisa positiva pode ser tirado disso tudo.

4 – Que opções você tem?

Essa frase tem o poder mágico de criar possibilidades! Muitas vezes estamos paralisados no nosso contexto e uma pergunta poderosa como essa pode nos fazer partir pra ação e ver um mar infinito de possibilidades.

5 – Eu sei que você não sabe, mas se você soubesse?

Essa pergunta abre a porta pra nossa intuição. Muitas vezes o nosso automático tem medo de nos tirar da nossa zona de conforto. Mas responder essa pergunta buscando as respostas de um “eu” desconhecido nos dará uma nova perspectiva e fôlego pra continuar.

Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos e ajude a divulgar essa informação para que juntos a gente consiga mudar o mundo pra melhor, uma pessoa de cada vez =) Conto com você.

Foto das mulheres no jardim via Shutterstock


Deixe um comentário!

7 comentários

  1. fico grata por seu texto!
    meu pai perdeu sua mãe faz 2 meses (ela tinha 89 anos) e até agora anda meio inconformado, já que passou os últimos dois anos cuidando dela e do meu vô. e agora é meu vô que já não está tão bem (tendo 93 anos).
    eu entendo o sofrimento dele apesar de eu ter outra visão em relação à morte, mas ele fica tanto tempo batendo na mesma tecla ao invés de simplesmente aceitar o que aconteceu (todas as pessoas morrem, afinal, e eles viveram um monte) que já não sei o que posso fazer para ajudar…

    Responder
    1. Emanuella Maria

      Oi Fabíola, obrigada por dividir um pouquinho aqui o que está acontecendo. Ser presente a ele, sem julgamento, apenas usando a empatia e o amor já é algo transformador e vai gerar o suporte que ele precisa nesse momento tão difícil.

      Responder
  2. Bruna WB

    Nossa, Manu, seu post apareceu no melhor momento. Eu estou tentando mudar muitas coisas na minha vida e quero estar presente, de uma maneira sutil , porém, ao mesmo tempo, completa. Passei recentemente por um período muito complicado e o apoio de algumas pessoas foi fundamental. Mas a gente sempre precisa de alguma coisinha, né? Mesmo que seja alguém nos falando algo tão simples quanto o ponto 4 (meu preferido, inclusive). Obrigada por compartilhar essas questões! <3
    Beijos,
    Bru

    Responder
    1. Emanuella Maria

      Oi Bruna, fico muito feliz que você tirou valor do post. <3

      Responder
  3. Nana

    A vida é um eterno aprendizado, mas é díficil para nós absorvermos esse aprendizado. Muitas vezes, passamos por situações parecidas e sofremos tudo de novo, mesmo sabendo que o final será bom.
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com

    Responder
  4. Andreia Falqueto

    Sempre é necessário refletir e nos questionarmos…as respostas vem de dentro né?
    muito obrigada!

    Responder
  5. clair stella

    Vai me fazer muito bem. Hoje estou numa tristeza e abandono, que sinto até vontade de morrer.Queria encontrar amigos para conversar, desabafar. Mas em SP, não sabemos se podemos confiar, temo e receio, de abrir o coração.

    Responder