10 maneiras de transformar estranhos em amigos

“O medo transforma em estranhos as pessoas que seriam seus amigos.”

Quando eu era adolescente eu via o mundo como um lugar onde poucas portas estavam abertas para mim. No começo, eu pensava que era devido ao fato de não me encaixar nos padrões e de ser muitas vezes introvertida. Mas na verdade, foi só uma fase estranha que eu passei, mas com isso tudo eu aprendi que ter amigos, mesmo que seja um ou dois, mas ter verdadeiros amigos, faz uma diferença muito grande na nossa vida.

Vez por outra recebo email de alguém comentando sobre a timidez, a solidão e da luta que é pra fazer novos amigos. As pessoas sempre nos dizem que é bom conhecer novas pessoas, mas eles nunca realmente nos mostram como criar uma conversa, como interagir e criar um laço. Por isso que muitas pessoas introvertidas não gostam de ir a grandes eventos sociais. Se voce é introvertido, tende a ser a ser esmagada quando um monte de pessoas estão ao redor. Digamos que quem é tímido gosta de ficar um a um.  Eu sei disso, porque eu sou tímida. Não parece, eu sei, mas sou bastante introvertida em algumas ocasiões sociais. Mas um dia eu decidi fazer as coisas à minha maneira. Comecei a conversar com estranhos na minha faculdade e no campus nas horas livres, porque eu estava cansada de ficar à margem. Foi assustador para uma pessoa naturalmente tímida como eu, mas eu decidi lutar contra o medo.

Tinha uma menina que eu sempre a encontrava na balada, ela conhecia todo mundo, era na época que a Rave estava em alta e todo mundo usava aquelas roupas coloridas, neon, plataformas, e todo tipo de acessório que brilha na luz negra. Eu sempre esbarrava nela e queria muito ser amiga dela, mas não tinha coragem de me aproximar, nem sequer dizer um oi. Um ano depois eu a encontrei na parada do ônibus da faculdade e resolvi deixar a timidez de lado e me aproximei. Puxei um oi, assim meio sem graça, comentei das festas que a via e esse bate-papo meio tosco a principio, virou numa grande amizade, e hoje a Vanessa é a minha melhor amiga. Aquela amiga que sabe TUDO da minha vida, ate meus segredos mais cabulosos…

Grandes coisas vêm para aqueles que estão dispostos a arriscar rejeição e colocar-se lá do lado de fora.

Comece devagar. Pergunte às pessoas se a comida na lanchonete é boa. Olhe nos olhos quando falar. Pratique de frente para o espelho. Pergunte a alguém sobre sua bicicleta personalizada ou onde comprou essa bolsa maravilhosa. Peça a opinião de alguém sobre alguma coisa que te afetou.

Algumas pessoas vão se abrir pra você, vão ser simpáticas e receptivas. Algumas pessoas irão permanecer fechadas. Alguns delas vão falar só de si mesmo, como se os holofotes estivessem direcionados pra elas. Outras simplesmente irão responder à sua pergunta e vão deixar a conversa pra lá. Mas lembre-se que todas essas interações lhe permitem compreender como se envolver com as pessoas. Por exemplo, eu aprendi que o tom e a linguagem corporal são mais importantes do que dizer a coisa certa.

Através das minhas experiências, aprendi que as pessoas geralmente são simpáticas e felizes em falar com você.

Aqui estão as 10 dicas que eu aprendi sobre tornar estranhos em amigos e quero compartilhar com você:

1. Diga a palavra mágica: ” Oi”

Parece tão óbvio, mas essa é a primeira grande barreira. Você tem que estar disposto a colocar-se lá fora, para iniciar uma conversa.

Percebi que as pessoas são acolhedoras depois de quebrar o gelo. Não é algo que todo mundo quer fazer, porque é preciso alguma coragem para ir até alguém que você nunca conheceu antes e iniciar uma conversa. No entanto, mais pessoas são acolhedoras do que geralmente esperam. Quando você encontrar alguém que não é, lembre-se de que alguém será.

Foi assim que conheci a Vanessa minha melhor amiga, foi assim que conheci meu marido. Tomei coragem e disse um simples oi, que mudou toda a minha vida.

2. Não se preocupe com o resultado

Quando você não espera qualquer resultado, você não ficará desapontada ou ofendida se alguém não responder a você.

Há uma diferença entre o resultado percebido e o que realmente acontece. Quantas vezes você está preocupado com uma situação e logo descobriu que se saiu muito melhor do que você esperava? Se eu não esperar qualquer resultado de tudo o que eu estou fazendo, então eu posso estar no momento presente e ajustar tudo em conformidade.

3. Tolere a rejeição

Se você foi rejeitado, lembre-se que não é você o problema. Trata-se de onde as outras pessoas estão mentalmente, portanto, não tome isso como algo pessoal. Se eles deixaram passar a oportunidade de se conectar com você, então eles perderam algo grande. Não é você que saiu perdendo.

4. Não se importe com o que os outros pensam

Esta é a sua vida, e você tem o direito de falar com quem você quiser. Nem todo mundo consegue se abrir, portanto, não deixe olhares dos outros desafiarem a sua coragem.

Aqui em DC as pessoas são frias, na verdade, eu acho que os Americanos são frios em geral, mas claro que há excessoes. No ônibus cada um vem perdido no seu livro, no seu ipod e todo mundo te ignora. Eu detesto esse silencio do ônibus, do metro. Sempre que posso eu puxo conversa com a pessoa do meu lado, geralmente eu começo com algo do tipo: “Ah que lindo esse anel”. Ou algo como: “Ah eu estou querendo ler esse livro, você esta gostando?” E assim por diante.

Claro que outras pessoas olham pra mim, mas eu nem ligo e geralmente faço uma prazerosa viagem com um bom bate-papo com algum estranho.

5. Se você sentir o medo, faça de qualquer maneira

Uma das melhores maneiras de combater o medo é fazer algo repetidamente. Avance com o medo e ele vai começar a ser mais natural para você.  O medo nunca ira desaparecer totalmente, mas se você continuar a batalha, ira ser mais poderoso do que o medo.

6. Prátique!

Não se preocupe se você parece um pouco estranha no início. Se suas intenções são autênticas e verdadeiras, vale a pena tentar.

É como qualquer outra habilidade, onde fica mais fácil com a prática. Alguns das minhas primeiras conversas com estranhos pareceu assustadora e estranha, mas nunca me fez nenhum mal. Isso me fez aprender o que eu precisava trabalhar para melhorar.

7. Mostre interesse

Fale sobre os seus interesses, opiniões e idéias. Em seguida, responda o que eles compartilham com você.

A melhor maneira de manter alguém interessado em uma conversa é mostrar interessado sobre eles, sobre a vida deles. Todo mundo gosta de falar de si.

Mesmo se você não sabe muito sobre um determinado assunto, continue fazendo perguntas para compreendê-lo.

8. Sorria e fale coisas espontâneas

Sorrir dá uma boa primeira impressão. Prátique no espelho. Então sorria para o mundo.

Percebi que as pessoas ficam mais relaxadas quando eu começo a sorrir primeiro. Quando eu continuava a sorrir durante toda a conversa, elas vão sorrir de volta e realmente se abrir para mais conversa.

O riso faz a conversa divertida e alegre. As pessoas gostam de falar com outras pessoas que as fazem rir. Assim, deixe que coisas não muito serias sai da sua cabeça e, apenas se divirta com ele!

9. Tente descobrir a paixão da outra pessoa

Se você perceber os olhos da outra pessoa se iluminando quando fala de algo especifico, faça mais perguntas sobre isso. Você esta indo para o caminho certo.

10. Imagine que a outra pessoa já é seu amigo

Assim você vai tratá-los dessa forma, em vez de parecer estranho e se sentir desconfortável em torno de alguém é a melhor maneira de começar uma nova amizade.


Dê uma chance hoje e fale com alguém novo. Quando você é simpático para alguém, eles na maioria das vezes serão simpáticos de volta.

 

Cupcakes e Love!

Manu

Deixe um comentário!

14 comentários

  1. andreia inoue

    Adorei essas dicas e o texto ficou otimo. Adoro conhecer pessoas, so que geralmente bate uma vergonha basica de puxar assunto, de parecer entrona.
    😀
    um abracao e valeu.

    Responder
  2. gabriela

    Bem inspirador, e útil, e completamente verdadeiro adorei!

    Responder
  3. Gisele Crisóstomo

    Eu tenho que começar a praticar essas “conversas aleatórias”. Elas vão me ajudar a fazer mais amigos, mas principalmente me ajudar a falar melhor sobre os meus interesses e a dar minha opinião. Adorei as dicas, principalmente a 5 e a 10. Vou começar a fazer isso! Ano que vem começo a faculdade, se Deus quiser, e espero fazer muitos amigos diferentes por lá. 😀

    Responder
  4. Jéeh - @bombandoo

    Adorei o post!
    Eu sempre gosto de conversar com estranhos,sabe. Principalmente em festa ahaha Não importa se é bonito ou se é feio, mas uma futura amizade eu não dispenso! Minhas amigas dizem que eu sou doida, mas eu falo mesmo com estranhos ahahah
    Adorei o texto!
    Beijos

    Responder
  5. Milena Reche

    Maravilhoso texto! Guardei nos meus arquivos. Não sou tímida mas adorei mtas dicas. Vc realmente deve ser uma pessoa mtooo legal de se ter como amiga. Se um dia for pra ai te aviso antes. Rsrs. Masss saiba que se um dia vier a SP capital, pode me avisar tmb. Adoraria te encontrar! Bjoo

    Responder
  6. Vanessa

    Você é uma fofa Manu! (:

    Responder
  7. Carla

    Esse post caiu como uma luva pra mim.Vou pra universidade ano que vem e estava entrando em desespero só de pensar como vai ser dificil socializar de novo, conhecer as pessoas.Eu sempre fui muito timida, apesar de ultimamente conversar sem muitas dificuldades, mas pretendo melhorar.Acho que meu maior problema é esperar um resultado e a rejeição.
    Amei o post!
    bjos

    Responder
  8. Tati Wares

    manuuu! Nossa, conosco foi uma dessas histórias!
    A gente iria pegar apenas o mesmo ônibus, no mesmo horário e acabamos nos conhecendo num pau de arara, a caminho do onibus, ou seria diretamente dentro da van que nos levou a Salvador!?
    Naquele dia em janeiro de 2005, eu conheci pessoalmente duas garotas com as quais havia me comunicado pela internet, você e a Amanhdinha.
    Ambas se tornaram queridas amigas!
    Eu pratico e indico essa gentileza e bate papo casuais, aparentemente inofencivos podem lhe garantir uma amizade duradoura, e o medo… ahh o medo só vale a pena sentir daquilo que realmente ameaça e não do desconhecido!
    Saudades!!!

    Responder
  9. Andreia

    Putz! Adorei o post! *-*

    O texto ficou tão maravilhoso, que acho que entendi tudo ao mínimo detalhe.

    Sempre tive problemas em falar com os outros por causa da minha timidez, então nunca soube como dar o 1º passo para a combater. Mas graças a este post acho que estou no caminho para me livrar dela! \o/

    Parabéns! 😉

    Responder
  10. Lujon

    Estava procurando meios de como falar com estranhos, e encontrei essa página. Hoje comecei a acenar pras pessoas na rua igual um doido… foi interessante, algumas sairam andando, enquanto outras pararam, acenaram de volta e até falaram… Geralmente sou um cara tímido, mas tenho me esforçado para ser mais sociável. Falar com estranhos é assustador, mas também é divertido. É legal ver que eu não tô sozinho nessa…

    Você foi uma inspiração. Amanhã falarei com mais estranhos, e depois de amanhã, e depois…

    Até mais o/

    Responder
  11. tainá

    Muito boas essas dicas, vou tentar.

    Responder
  12. Francis

    Manu amei as dicas…… Comigo sempre acontece de conhecer pessoas exatamente como você faz, com sorrisos. Costumo viajar sozinha e sempre faço ótimas amizades dessa maneira. Alguém tem dar o primeiro passo…. Que seja com um belo sorriso então. Obrigada e abraços

    Responder
  13. Francis

    Manu amei as dicas…… Comigo sempre acontece de conhecer pessoas exatamente como você faz, com sorrisos. Costumo viajar sozinha e sempre faço ótimas amizades dessa maneira. Alguém tem dar o primeiro passo…. Que seja com um belo sorriso então. Obrigada e abraços

    Responder
  14. Daniel

    Gostei muito das dicas.
    Estou numa fase de minha vida que exige mudanças e eu quero e vou mudar, estou voltando a perceber como se envolver com as pessoas me faz bem.
    Eu passo (opa passava) a maior parte do meu tempo livre trancado em casa com vergonha dos vizinhos, sem motivo nenhum simplesmente vergonha, timidez.
    Sempre me gostei de ficar sozinho mas tinha um certo exagero nesse meu gosto.
    Cansei!
    Decidi mudar e essas dicas me deram grandes idéias.
    Tchau vou ali fora dar boa tarde a alguém.

    Responder